Você já pode começar a planejar a tão sonhada viagem para Argentina. Depois de um longo período fechado durante o ápice da pandemia de Covid-19, o país reabriu suas fronteiras para turistas estrangeiros (incluindo brasileiros) e aos poucos diminui as restrições para retomar sua posição de destaque como um dos principais destinos turísticos da América do Sul.

Regras para viagem para Argentina em 2022 durante a pandemia

Neste post você encontrará todas as informações que precisa para organizar uma viagem para Argentina em 2022, incluindo regras e requisitos para entrada de brasileiros no país durante a pandemia. Aproveite!



Viagem Argentina em tempos de pandemia de Covid-19: o país está aberto para brasileiros?

Sim. A Argentina está aberta para os brasileiros. Em 1º de novembro de 2021, depois de um longo período fechado para o turismo durante o ápice da pandemia do novo coronavírus, o país reabriu suas fronteiras para todos os turistas estrangeiros vacinados, incluindo brasileiros.

Em 7/4/2022, o governo argentino resolveu reduzir a burocracia e derrubou a obrigatoriedade de apresentação comprovante de vacina contra Covid-19.

Requisitos de viagem para Argentina em 2022

Veja a seguir quais são os requisitos obrigatórios para uma viagem para Argentina em 2022.


Covid-19 na Argentina: qual é a situação atual?

No final de 2021, com o aparecimento de novas variantes do novo coronavírus, como a Ômicron, acompanhamos a explosão de casos de Covid-19 em quase todos os países do mundo. Na Argentina não foi diferente.

Com mais de 80% da população argentina vacinada com as duas doses, o país atingiu o pico de novas infecções em 16 de janeiro. Desde então, os casos estão diminuindo e a média diária de infecções por Covid-19 teve queda acentuada.


Leia mais sobre a situação atual da pandemia de Covid-19 na Argentina


Requisitos para entrar na Argentina em 2022 durante a pandemia de Covid-19

Em condições de normalidade, brasileiros precisam apenas de documento de viagem válido para entrar na Argentina, que pode ser rg ou passaporte.

Porém, como vivemos tempos de (pós) pandemia, turistas brasileiros também devem cumprir os seguintes requisitos sanitários para a entrada no país:

  1. Preencher declaração juramentada (DDJJ) nas 48 horas antes da viagem para Argentina;
  2. Ter um seguro viagem com cobertura para COVID-19.

O teste PCR não é mais obrigatório? Nem o comprovante de vacinação?

Segundo Decisão Administrativa 63/2022, o teste RT-PCR não é mais obrigatório para a entrada de estrangeiros de países vizinhos na Argentina (incluindo o Brasil) desde 29/01/2022.

Também não é mais obrigatória a apresentação comprovante de vacina contra Covid-19 para ingresso no país.


Mais detalhes sobre os requisitos para entrada na Argentina durante a pandemia

1. Preencher declaração juramentada (DDJJ) antes da chegada ao país

O primeiro item da lista de requisitos para entrar na Argentina em 2022 é o preenchimento da declaração juramentada (DDJJ) nas 48 horas anteriores ao embarque.

Ou seja: se a sua viagem para Argentina é na sexta-feira, você deverá preencher a DDJJ na quarta ou quinta-feira (48 horas anteriores ao voo). Se preencher antes disso, a declaração perderá sua validade.

A declaração é individual e deve ser preenchida online, com o mesmo documento com que você utilizará para entrar na Argentina. Você pode preenchê-la em espanhol ou inglês.

Declaração Juramentada Argentina, um dos requisitos para entrada no país

Após o preenchimento da Declaração Jurada Argentina (DDJJ), recomendo que você imprima o documento e ande sempre com ele. Dessa maneira, poderá apresentá-lo caso seja solicitado pelas autoridades argentinas.

A declaração atesta ausência de sintomas e Covid-19 e o contato com casos confirmados ou suspeitos nos 14 dias anteriores à viagem para Argentina, e concentra seus dados de identificação.

Menores de idade também devem preencher a Declaração Jurada Argentina e apresentá-la na imigração argentina e maiores de 70 anos estão isentos dessa obrigatoriedade.

Leia também: Como preencher a Declaração Jurada Argentina (DDJJ) passo-a-passo


2. Contratar seguro viagem para Argentina com cobertura para a COVID-19

Outro item obrigatório nesssa lista é a contratação de seguro viagem Argentina com assistência específica para Covid-19, incluindo serviços de internação, isolamento e/ou transferências médicas para positivados, suspeitos ou contatos próximos.

E não adianta chorar: você deverá apresentar sua apólice de seguro viagem para Argentina (com cobertura Covid-19) no check in. Se não tiver seguro viagem, você nem embarca.

Essa regra não vale para quem ficará no país por um período inferior a 24 horas, nem por quem fará uma viagem para Argentina por terra.

» Como contratar seguro viagem para Argentina? Qual é o melhor?

Para quem precisa contratar um seguro viagem para Argentina, a dica que eu sempre uso (e recomendo) é fazer uma cotação usando um comparador online como o site da Seguros Promo.

Além de oferecer o melhor preço e atendimento, eles ainda dão vários cupons de desconto durante o ano inteiro para te ajudar a economizar muito na sua viagem para a Argentina.

A tabela abaixo compara os valores para 1 semana de viagem para Argentina dos 4 planos mais contratados pelos nossos leitores no site da Seguros Promo.

Tabela com preços de seguro viagem para América do Sul
Foto: Reprodução

Se você fizer as contas, para contratar o plano mais barato (Coris 30 Basic +COVID19), você gastará cerca de R$148. Menos de R$25 por dia de viagem.

QUERO FAZER UMA COTAÇÃO GRÁTIS

A cobertura de quarentena é obrigatória?

Pela minha experiência de viagem para Argentina e de familiares e amigos (em abril de 2022), mesmo que a exigência oficial seja: ‘um seguro viagem com cobertura COVID-19 com serviços de internação, isolamento e/ou transferências médicas para positivados, suspeitos ou contatos próximos’, o governo argentino não está exigindo a cobertura especial de quarentena na prática.

Ou seja: basta ter um seguro viagem internacional com boa cobertura Covid-19. Ainda mais agora que o Brasil deixarou de exigir o teste de Covid-19 para a entrada em seus territórios.


Ficou com alguma dúvida? Deixa um comentário ou acesse as melhores dicas para contratar seguro viagem Argentina em 2022


Regras para viajar para Argentina com crianças não vacinadas

Com a mudança das regras para viagem para Argentina em 2022 no dia 7/4/2022, não é mais necessário apresentar comprovante de vacinação.

Porém, os menores de idade devem apresentar a seguinte documentação:

  • Declaração juramentada corretamente preenchida;
  • Apólice de seguro viagem para Argentina com cobertura específica Covid-19.

É obrigatório o uso de máscara na Argentina?

Desde outubro de 2021 não é mais obrigatório o uso de máscara em ambientes abertos. Porém, você ainda deve usá-las em locais fechados, incluindo transporte público.

Confira as atualizações sobre o assunto.


Pontos de fronteira abertos para viagem para Argentina

Em 7/4/2022, o regime operacional pré-pandemia dos pontos de entrada na Argentina foi retomado. A categoria de ‘corredor seguro’ foi eliminada e eles funcionarão nas condições estabelecidas antes da pandemia.

Os principais aeroportos da Argentina estão abertos para viajantes estrangeiros. São eles:

  • Aeropuerto Internacional de Ezeiza e Aeroparque Jorge Newbery em Buenos Aires
  • Taravella – Aeroporto Internacional de Córdoba
  • Aeropuerto Internacional Gobernador Horacio Guzmán em Jujuy
  • Aeropuerto Internacional El Plumerillo em Mendoza
  • Aeropuerto Internacional Cataratas del Iguazú
  • Aeropuerto Internacional Juan Domingo Perón em Neuquén
  • Aeroporto Internacional Teniente Luis Candelaria em Bariloche
  • Aeropuerto Internacional Martín Miguel de Güemes em Salta
  • Aeropuerto Internacional Domingo Faustino Sarmiento em San Juan
  • Aeroporto do El Calafate
  • Aeropuerto de Ushuaia – Malvina Argentinas

Se a sua viagem para a Argentina será através de uma fronteira terrestre, é apenas necessária a apresentação da DDJJ corretamente preenchida.

Os seguintes pontos de fronteira entre Brasil e Argentina estão abertos:

  • Centro de Frontera Iguazú – Puente internacional Tancredo Neves;
  • Centro de Frontera Paso de los Libres – Uruguayana;
  • Bernardo de Irigoyen – Dionísio Cerqueira.

Clique para ver as localizações dos pontos de fronteira abertos para uma viagem para Argentina no mapa.


Requisitos para voltar ao Brasil depois da viagem para Argentina

Desde a publicação da Portaria Interministerial 670 em 1/4/2022, viajantes internacionais com esquema de vacinação completo não precisam mais apresentar resultado negativo de teste para Covid-19.

A Declaração de Saúde do Viajante (DSV) também não é mais exigida para embarque com destino ao Brasil.

Segue decisão na íntegra:

“Fica autorizada a entrada no País, por via aérea, do viajante de procedência internacional, brasileiro ou estrangeiro, desde que seja apresentado à companhia aérea responsável pelo voo, antes do embarque, comprovante de vacinação, impresso ou em meio eletrônico, nos termos do art. 14.”

Também não é mais necessário preencher a Declaração Jurada Argentina (DDJJ) de egresso. Governo argentina simplificando as viagens para o país.

Dicas de laboratórios em Buenos Aires para fazer teste PCR ou antígeno

Caso você precise fazer o teste em Buenos Aires, pode usar os testes RT-PCR e pesquisa de antígeno de graça ou no laboratório Stamboulian, no Aeroporto Ezeiza ou Aeroparque. O resultado do teste de antígeno sai em meia hora e custa 4.500 pesos (cerca de R$120).

Outras boas opções de laboratórios em Buenos Aires, são:


Leia mais dicas de viagem para Argentina


RESOLVA SUA VIAGEM

Viajante, fotógrafa e bióloga. Largou tudo e ganhou tudo ao mudar de rumo em 2012 depois de defender um doutorado em biologia molecular na USP. Desde então vive, viaja e trabalha com foto e vídeo, sua verdadeira vocação. Ama viajar fora do esquema turistão e gosta mesmo é de paisagem humana!

39 COMENTÁRIOS

  1. Oi Alessandra, muito obrigada por suas dicas. Segui seu conselho, fiz um seguro viagem no site seguros promo para viajar para a Argentina no dia 30 de abril de 2022, optei pelo seguro My travel assist 15 Am. Latina +covid19 para 20 dias. Paguei R$ 153,70. A cobertura para covid19 é para despesas médicas e hospitalares. Não tinha cobertura de quarentena, nem traslado por covid19. Entrei sem nenhum problema na Argentina.

  2. Primeiro obrigado pelas dicas e parabéns pelo site. Segundo, minha duvida é: tenho seguro viagem do cartão de crédito, que cobre despesas médicas de COVID 19. Porém ele não possui cobertura de isolamento e traslado sanitário de covid 19. O seguro que já tenho basta ou tenho que contratar um seguro adicional?

  3. Olá,
    Vamos em setembro de 2022, vamos entrar pela Fronteira Foz-Puerto Iguazu (via terrestre) e pegaremos o voo em Puerto Iguazu com destino a Buenos Aires. Precisamos de um seguro viagem? O do cartão de crédito mastercard platinum é suficiente?

  4. Boa Tarde, o seguro de saúde para viagens oferecido pelo cartão de crédito preenche a exigencia de seguro para o turista ou teria que contratar tb um seguro de viagem diretamente?

  5. Olá, tudo bem?

    Estarei indo para Argentina e julho e como possuo o cartão de crédito Visa Platinum que dá direito ao Seguro Viagem que cobre Despesas médicas, hospitalares em viagem ao
    exterior por COVID-19, porém na apólice não consta nada sobre quarentena devido a COVID-19. As opções de de seguro viagem que são indicadas no post não possuem essa opção de quarentena devido a COVID- também, pois esse tipo de seguro está saindo até 4 vezes mais caro que a opção de “apenas” COVID-19.
    Será que eles estão pedindo o seguro COVID-19 quarentena para entrada?
    Obrigado

  6. Alessandra, obrigado pelo retorno. Última dúvida, a Coris emiti o certificado da apólice em inglês e em português, mas não emite em espanhol. Devo levar os dois impressos ou somente em inglês? Seu blog me ajudou com várias dúvidas pra essa viagem :) . Gratidão!

    • Fico feliz em ajudar, Thiago! Em inglês ou português tá beleza. Eles vão conferir no seu check in. Eu como sou muito encanada, gosto de destacar a parte onde está descrita a cobertura para Covid-19. Grande abraço e boa viagem! :)

  7. Boa tarde Alessandra. Contratei o seguro viagem Coris 60 Basic + Covid19. Vou entrar na Argentina via Buquebus (Montevideo – Buenos Aires). O plano que contratei não contempla a cobertura de isolamento, mas tenho o esquema vacinal completo, inclusive com dose de reforço. Por experiência, você acredita que é suficiente e que não irão me pedir a cobertura extra para isolamento?

  8. Outra questão, é com relação a hospedagem, iremos ficar em casa de amigos que moram lá, na imigração, pedem algum documento comprovando isso?

    • Olha, Mauro. Não pediram para mim e nem para meus amigos e familiares que foram me visitar. Mas se te deixar mais tranquilo, você pode pedir para seus amigos enviarem uma carta (por e.mail mesmo), explicando o convite, com o dni deles e endereço. Confesso que pedi para o dono do Airbnb que fiquei fazer uma, porque sou muito encanada. :)

  9. Boa tarde! Preciso apresentar a passagem aérea da volta? Pergunto pois iremos de avião mas a volta talvez seja de carro com amigos e se não for irei comprar as passagens já estando lá mesmo.

    • Não me pediram nada, Mauro. Eu sugiro isso para facilitar a vida de viajantes que não têm muita experiência. Caso alguém na imigração te peça a passagem de volta, é só falar isso que você acabou de me explicar.

  10. Olá, Alessandra.
    Muito obrigado pelo excelente post.
    Você não mencionou como está a obrigatoriedade do uso de máscara por lá.
    Poderia fornecer esta informação?
    Desde já, Muito obrigado por sua atenção.

    • oi Alex, tudo bem?! Agradeço o comentário. Vou adicionar a informação no texto. Bem útil, né?! Desde outubro de 2021 o uso de máscara em ambientes abertos não é mais obrigatório. Porém, você ainda deve usá-las em locais fechados, incluindo transporte público. Você pode conferir as atualizações sobre o assunto através deste link.

  11. Ótimas dicas , pretendo ir de ônibus
    Preciso ter o seguro saúde ?
    Ou só preencher a carta juramentada.
    Na hora que pergunta de seguro saúde marco em não , não vou ter problemas na migração ?

    • Oi Eduardo, tudo bem? Segudo as regras atualizadas, o seguro viagem não é obrigatório para entrada por via terrestre. Mas sinceramente, recomendo que você faça um, já que se tiver algum problema, terá que pagar do próprio bolso. É para sua própria segurança.

  12. Olá.. eu ainda fiquei em dúvida, vou de carro para Foz e passar um dia em Puerto Iguazu, preciso preencher a DDJJ ?

  13. Muito boas suas informações e dicas por nós que pretendemos viajar.
    Foi de grande valia, pois pretendo ir pra Buenos Aires brevemente e embarcando pelo aeroporto internacional cataratas de Iguaçu que fica no lado Argentino pois embarcando por lá a passagem é muiiiito mais barata.

  14. Segundo o Portal do Gov.:

    Prezado viajante,

    Conforme a Portaria Interministerial nº 670, de 1º de abril de 2022, a Declaração de Saúde do Viajante não é mais exigida para embarque com destino ao Brasil.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Deixe seu comentário!
Digite seu nome