Se você está planejando uma viagem para o EUA na pandemia, é importante saber que além do visto americano, todos os viajantes brasileires deverão apresentar alguns documentos extras referentes à Covid-19.

Saiba quais são requisitos para entrada no EUA por via aérea e confira informações super úteis e atualizadas sobre a reabertura do turismo durante a pandemia da Covid-19 nos EUA. Tudo para você organizar a sua viagem sem perrengue e com segurança.

Regras e requisitos para viagem para os EUA em 2022



Viagem EUA em tempos de Covid-19: o país está aberto para brasileiros?

Durante o ápice da pandemia do novo coronavírus nos Estados Unidos, o país fechou suas fronteiras para estrangeiros não-cidadãos americanos em viagem não-essenciais.

Porém, desde novembro de 2021, voltou a permitir a entrada de turistas vacinados, inclusive brasileiros, mediante algumas regras especiais, como obrigatoriedade de teste PCR negativo.

Em dezembro, uma Ordem Presidencial foi publicada, alterando algumas regras, entre elas, o prazo dos teste de Covid-19 obrigatório, que passou de 72 horas para 1 dia antes do embarque.

A seguir, vou te apresentar todos os detalhes das regras e requisitos para entrada no EUA em 2022. Confira também a situação atualizada da pandemia no país.


Requisitos especiais para entrada no EUA durante a pandemia de Covid-19

Segundo a Ordem Presidencial publicada em dezembro de 2021, além de todos os requisitos de entrada habituais, cidadãos brasileiros precisarão cumprir os seguintes requisitos:

  1. Ter esquema de vacinação completo a pelo menos 14 dias antes da viagem;
  2. Apresentar resultado negativo para Covid-19 em teste (RT-PCR ou antígeno).

Mais detalhes sobre os requisitos para entrada de brasileiros no EUA

Antes de mais nada, recomendo que você consulte as informações oficiais atualizadas antes da sua viagem para os EUA. O site do CDC e o site da companhia aérea que irá te levar até lá são as melhores fontes de informação que você pode ter.

É bem importante se preparar com antecedência e organizar tudo antes da viagem.

1. Ter esquema vacinal completo

Apenas estrangeiros com esquema vacinal completo há pelo menos 14 dias podem entrar nos EUA.

Indivíduos são considerados totalmente vacinados para viagem para os Estados Unidos se tiverem tomado, a pelo menos 14 dias antes do embarque, a vacina de dose única ou a segunda dose de uma série de vacinas de 2 doses.

Ou seja, se você tomou a segunda dose da vacina em 1º de janeiro, no dia 15 de janeiro (14 dias depois), você estará totalmente vacinade e pronte para sua viagem para os EUA.

Comprovante de vacinação completa para viagem para EUA

A segunda dose não precisa ser a mesma vacina que a primeira, mas ambas devem ser vacinas aceitas pelo governo americano. Não é necessária uma dose de reforço para cumprir este requisito.

» Quais são as vacinas aceitas pelos EUA?

Os Estados Unidos aceitam todas as vacinas aprovadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pela Food and Drug Administration (FDA). São elas:

  • Janssen (Johnson & Johnson)
  • Pfizer/BioNTech Comirnaty
  • Moderna
  • Oxford/AstraZeneca
  • COVAXIN (Bharat Biotech)
  • Covishield
  • BIBP/Sinopharm
  • Sinovac-CoronaVac
  • Novavax/Covovax
  • Medicago

» Comprovante de vacinação para viagem para os EUA

Antes do embarque, você deverá apresentar um documento que confirme a vacinação completa com uma vacina aceita pelo governo americano.

Recomendo que você emita seu Certificado Nacional de Vacinação Covid através da plataforma ConecteSus, com código QR. Você pode imprimi-lo ou acessar suas versão digital.

É bom deixar bem claro que se você não estiver totalmente vacinado contra o Covid-19, você não poderá embarcar em um voo para os Estados Unidos.

Apenas algumas exceções limitadíssimas se aplicam, como: crianças menores de 18 anos, pessoas com contraindicações médicas que não podem receber a vacina e exceções humanitárias ou de emergência.


O certificado de vacinação precisa estar em inglês?

Verifique com a companhia aérea a necessidade de tradução para o inglês do seu comprovante de vacinação antes da viagem para os EUA.

Porém, eu super recomendo que você salve uma versão em inglês do seu certificado através do ConecteSUS. É super simples e rápido fazer isso e pode te poupar muito tempo.


2. Teste para Covid-19 negativo

Viajantes brasileires com mais de 2 anos de idade, em viagem para os EUA, também deverão apresentar resultado negativo de teste para a detecção de SARS-CoV-2, feito no máximo 1 dia antes do embarque para os Estados Unidos.

Por exemplo, se seu voo for às 13h de uma quarta-feira, você poderá embarcar com um teste negativo feito a qualquer momento na terça-feira anterior ao embarque.

Teste PCR é obrigatório para viagem para EUA em 2022

São aceitos os seguintes tipos de testes Covid-19:

  • Teste rápido de antígeno / Teste de antígeno viral;
  • RT-PCR (Reação em cadeia da polimerase de transcrição reversa);
  • RT-LAMP (Amplificação isotérmica mediada por loop).

Outros testes aceitos, são: NEAR (Reação de amplificação de endonuclease de corte), TMA (Amplificação Mediada por Transcrição), HDA (Amplificação dependente de helicase), CRISPR (Repetições palindrômicas curtas regularmente interespaçadas agrupadas) e SDA (Amplificação de deslocamento de fita).

» O que de constar no resultado do teste?

O resultado do teste deve incluir: qual o tipo de teste, nome do laboratório ou entidade de saúde; data de coleta da amostra; dados do passageiro (nome completo, data de nascimento ou número do passaporte) e resultado do teste.

Serão aceitas a versão em papel ou cópia digital do resultado.


Você deverá apresentar o resultado do exame no check in para o funcionário da companhia aérea. Agentes da imigração também poderão solicitar essa documentação.


Viagem para os EUA na pandemia com crianças

Crianças menores de 2 anos não precisam de teste Covid-19. Já as crianças de 2 a 17 anos, isentas do requisito de vacinação, também devem fazer um teste viral Covid-19 de 3 a 5 dias após a chegada aos Estados Unidos.


Seguro viagem para os EUA é obrigatório?

Não. Ter um seguro viagem não é requisito obrigatório para entrada nos EUA. Porém, é extremamente recomendável que você contrate um. De preferência com assistência específica para Covid-19.

Isso porque o sistema de saúde dos EUA é um dos mais caros do mundo e não existe rede de atendimento pública. Ou seja, você terá que pagar uma conta alta (em dólar) se sofrer qualquer acidente ou emergência, por menor que seja.

O Mauro, um amigo meu, viajou para a Disney com a família e durante a viagem teve uma crise terrível de cólica nos rins. Foi às pressas para o hospital e teve que passar a noite internado, recebendo medicação na veia. Resultado: uma conta de 25.000 dólares para pagar. Já pensou se acontece com você?

É essencial fazer seguro viagem para EUA

É muito melhor investir em um bom seguro viagem e aproveitar suas férias na tranquilidade, sem se preocupar com isso, né?

A boa notícia é que hoje em dia é super fácil contratar seguro viagem. Eu uso e recomendo o comparador online da Seguros Promo. Lá você encontra o plano com o melhor custo benefício para a sua viagem para os EUA, com melhor atendimento do mercado (em português).

A seguir, você verá uma tabela com os quatro planos de seguro viagem para o EUA mais contratados pelos nosso leitores e leitoras em 2022. Todos com excelente valor de cobertura e assitência Covid-19, essencial nessa pandemia.

Tabela comparativa de preços de seguro viagem para os EUA

QUERO FAZER UMA COTAÇÃO GRÁTIS


Ficou com alguma dúvida? Deixa um comentário ou acesse nosso guia completo com as melhores dicas para contratar seguro viagem EUA em 2022.


Tive Covid antes da viagem. E agora?

Atualmente, sabe-se que indivíduos infectados por Covid-19 podem continuar testando positivo por até 3 meses, mesmo após recuperação. Portanto, se você testou positivo para o novo coronavírus de 14 a 90 dias antes da sua viagem para os EUA, a recomendação é que você apresente resultado positivo do teste feito na diagnóstico, e uma carta emitida por um profissional de saúde licenciado atestando sua recuperação.

A declaração deverá ser assinada por um médico, datada em papel timbrado oficial, e deverá conter suas informações pessoais: nome, data de nascimento, e todas as informações do profissional de saúde responsável.

Caso você não tenha esse documento, deverá apresentar um resultado negativo para Covid-19 em teste feito1 dia antes do seu voo para os EUA.


Requisitos para voltar ao Brasil depois da viagem ao EUA

Desde a publicação da Portaria Interministerial 670 em 1/4/2022, viajantes internacionais com esquema de vacinação completo não precisam mais apresentar resultado negativo de teste para Covid-19.

A Declaração de Saúde do Viajante (DSV) também não é mais exigida para embarque com destino ao Brasil.

A Portaria atende à recomendação da Anvisa e entrou em vigor no momento de sua publicação. Vale para fronteiras aéreas, terrestres e fluviais.


Leia mais dicas de viagem para o EUA


Salve essas dicas sobre regras para viagem EUA no Pinterest

Confira todas as regras e requisitos especiais para uma viagem para os EUA na pandemia

Confira todas as regras e requisitos para uma viagem para os EUA em 2022


RESOLVA SUA VIAGEM

Viajante, fotógrafa e bióloga. Largou tudo e ganhou tudo ao mudar de rumo em 2012 depois de defender um doutorado em biologia molecular na USP. Desde então vive, viaja e trabalha com foto e vídeo, sua verdadeira vocação. Ama viajar fora do esquema turistão e gosta mesmo é de paisagem humana!

26 COMENTÁRIOS

  1. Oi Alessandra! Excelentes dicas e explicações.
    Um questionamento, meu voo será na segunda à noite, e tem escala no Canadá. Nesse caso, por ser mais difícil se encontrar locais que realizem testes 20h de domingo, posso realizar o teste na própria segunda?

  2. olá! obrigada pelas informações
    voltar para o Brasil e ter escala em outro estado dos EUA, precisa apresentar teste de COVId?
    entendi que a volta não precisa, mas e passageiros que tem escala no voo?
    desde já
    obrigada

    • Na volta acredito que não. Apenas na ida para os EUA é necessário apresentar teste. Recomendo que você peça informação para a companhia aérea que te levará até os EUA. Eles saberão informar precisamente.

  3. Alessandra parabés pelo post, muito bem elaborado e explicativo, mas fiquei com uma duvida sobre crianças de até 12 anos de idade, meu filho tem 12 anos, ele precisa de apresentar teste negativo depois que já estiver nos estados unidos ou aquele que apresentarmos no check in do aeroporto aqui o brasil antes de embarcar já é suficiente ?

    • oi Adriano, tudo bem?! O teste para embarcar é obrigatório para todos os viajantes a partir de 2 anos de idade. Alguns lugares, principalmente fechados, podem comprovante de vacinação ou teste feito nas 24 horas anteriores.

  4. Como funciona com crianças de 3 anos? Chegando lá faço o teste novamente após 3/5 dias e apresento em algum lugar?

  5. Criança com 12 anos não precisa ser vacinada para entrar nos EUA . Porém precisará de teste para retornar ao Brasil ?
    Como funciona ?

  6. vcs sao analfabetos, na moral…. “totalmente vacinadE e prontE para sua viagem para os EUA.” WTF! Nem o meu corretor é tão burro! kkkk

    • Olá, Juliana. Antes de mais nada, obrigada pela visita. Neste artigo, usamos a linguagem neutra para promover mais inclusão e respeito com pessoas que não se identificam nem com gênero feminino e nem com masculino. Caso você nunca tenha ouvido falar nela, recomendo esta leitura, que, com certeza irá enriquecer a sua vida.

      Assim como você usou a expressão ‘WTF’, acreditamos que somos livres para nos expressar da forma que queremos por aqui, que é nossa casa. Você tem algum problema ou preconceito quanto a isso?

      Grande abraço e que você receba em dobro todo o carinho dispensado a nós.

  7. Olá, tenho contraindicações médicas de tomar a vacina contra Covid. Aliás, desde o ano 2000 que não tomo mais, tive alergias sérias etc.
    Como eu faço para conseguir um documento para ir aos EUA ( seria a 3ª vez lá, já tenho Visto no passaporte. ) comprovando que sou alérgico a vacina? O atestado que eu tenho está em português. Não teria que ter um em inglês? De qualquer forma, teria que fazer um teste de covid e levar comigo para os EUA, não é ?

    Obrigado.

    • Isso mesmo, Hércio. Você precisa do teste e recomendo que você entre em contato com a companhia aérea que vai te legar até lá para saber se será preciso apresentar o atestado em inglês também. Eles saberão te informar corretamente. Obrigada pela visita.

  8. Faltou falar sobre a possibilidade de viajar com atestado de recuperação da COVID, sem precisar fazer teste algum.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Deixe seu comentário!
Digite seu nome