Desde às 12h01 do dia 12 de maio de 2023, as regras para uma viagem para os Estados Unidos mudaram e todos os viajantes estrangeiros foram liberados de apresentar certificado de vacinação contra a Covid-19 para entrar no país.

Mesmo assim, é preciso certa preparação para uma viagem pelos EUA e neste artigo você encontrará todas as informações sobre os melhores pontos turísticos e destinos para conhecer durante a sua viagem, assim como regras e requisitos importantes que você deverá cumprir para entrar no país.

Regras e requisitos para viagem para os EUA em 2022



Posso viajar para os EUA? O país está aberto para brasileiros?

Sim. Recentemente, os Estados Unidos anunciaram o fim do estado de emergência nacional por conta da pandemia de Covid-19. O CDC (Centros de Controle e Prevenção de Doenças) acatou uma ordem presidencial publicada no site oficial do governo, iniciando assim, uma nova fase deste período pós-pandemia.

Com as suas fronteiras fechadas para estrangeiros não-cidadãos estadunidenses durante o ápice da pandemia do novo coronavírus nos Estados Unidos, o país voltou a receber turistas com todas as vacinas aprovadas pela OMS em novembro de 2021, inclusive brasileiros, mediante apresentação de teste PCR negativo.

O teste para Covid já não era obrigatório na terra do tio Sam desde o dia 12/6/2022 e agora, desde o dia 12 de maio de 2023, todos os requisitos para a entrada nos EUA foram finalmente eliminados.

A seguir, você vai encontrar informações sobre viagens do Brasil para os Estados Unidos. É uma ótima hora para você esse país incrível que guarda atrativos surpreendentes para todo o tipo de viajante.


O que você precisa saber antes de viajar para os Estados Unidos em 2023: documentos necessários na era pós Covid (veja antes de embarcar)

Viajantes brasileiros (não-imigrantes) que não tenham dupla nacionalidade estadunidense precisam cumprir todas as regras e seguintes requisitos de entrada nos EUA:

  1. Ter documento de identificação válido (passaporte);
  2. Apresentar visto válido;
  3. Ter seguro viagem é essencial;
  4. Apresentar comprovantes (subsistência diária durante sua viagem, passagem de volta e comprovante de hospedagem).

É muito importante ficar atento a todas as informações ainda no Brasil, com antecedência, antes do embarque. Salve este post para se manter atualizado. Não dê bobeira, hein?!


1. Ter documento de identificação válido (passaporte)

Um dos requisitos obrigatórios para entrar nos EUA é a apresentação de um passaporte brasileiro válido.

É importante saber também que cidadãos brasileiros estão isentos da regra de seis meses. Ou seja, seu passaporte precisa ser válido apenas durante o período de permanência nos EUA.


2. Solicitar o visto para entrada nos EUA

Para conhecer os Estados Unidos, todos os brasileiros necessitam devem solicitar um visto de entrada no país, incluindo passageiros em trânsito fazendo uma conexão internacional.

Existem diversos tipos de vistos para os EUA e o mais solicitados pelos brasileiros é o visto de visitante B1/B2, categorias indicadas para viagens de turismo e negócios.

Ambos são válidos por 10 anos, mas o período de permanência nos EUA é sempre determinada pelos funcionários do Departamento de Segurança Interna, Alfândega e Proteção de Fronteiras (CBP) e carimbado no seu passaporte no ponto de entrada no país.

Visto obrigatório para os EUA

E apesar do Brasil ter sido o terceiro país no mundo com mais emissões de vistos de viagem aos Estados Unidos em 2022, ficando atrás apenas do México e da China, nos últimos tempos, o tempo médio para conseguir um agendamento nos principais consulados do país atingiram o maior patamar da história.

No consulado de São Paulo, por exemplo, a fila de espera atual é de 549 dias (mais de 18 meses). Já no Rio de Janeiro, a fila chegou a 451 dias e em Brasília, a Embaixada está demorando 469 dias (15 meses) para emitir o documento. Nos consulados de Recife e Porto Alegre, o tempo de espera médio é de 400 dias e 271 dias, respectivamente.

Isso significa que, caso um turista que more em São Paulo peça o visto americano hoje, ele só conseguirá marcar a entrevista consular (última etapa do processo de emissão do visto), no segundo semestre de 2024.

Prepare-se antecipadamente para lidar com esse tipo de problema e não reserve sua viagem até receber o visto (a não ser que seja reembolsável). Pois não há garantia nenhuma que ele será emitido.

Para informações sobre os diferentes tipos de visto e como iniciar o processo de solicitação do visto, acesse o link oficial do Serviço de Agendamento de Visto da embaixada e consulados dos EUA no Brasil.


ESTA: autorização eletrônica para brasileiros com dupla cidadania

Turistas com dupla cidadania cujo país de residência é o Brasil podem ser elegíveis a entrar nos EUA sem um visto através do Programa de Isenção de Vistos (Visa Waiver Program – VWP) usando o seu passaporte da outra nacionalidade. Eu tenho passaporte italiano e só uso ele para entrar nos EUA.


3. Como contratar um seguro viagem para os Estados Unidos com boa cobertura e melhor preço?

Ter seguro viagem para os EUA é essencial. Não sei se você sabe, mas o sistema de saúde dos EUA é 100% privado e é um dos mais caros do mundo.

Segundo uma reportagem da CNBC, gastos com despesas médicas e hospitalares foram responsáveis por 2/3 dos pedidos de falência nos Estados Unidos. Uma triste realidade que pode transformar a sua viagem de férias em um pesadelo.

O Mauro, um amigo meu, viajou para a Disney com a família e durante a viagem e teve uma crise terrível de cólica nos rins. Ele teve que ir às pressas para o hospital e passou a noite internado, recebendo medicação na veia.

Resultado: uma conta hospitalar de 25.000 dólares. Sem o seguro viagem, ele teria quepagar esse valor do próprio bolso.

O lado bom é que hoje em dia, é super fácil e barato contratar seguro viagem.

Eu uso e recomendo o site da Seguros Promo. A empresa tem um comparador online ótimo que te ajuda a encontrar o plano com o melhor custo benefício para a sua viagem, atendimento em português e o melhor preço do mercado, com pagamento parcelado no cartão de crédito (sem juros) ou desconto no PIX, boleto ou transferência.

Comprar seguro viagem pelo site da Seguros Promo


Seguro viagem para os EUA é obrigatório?

O seguro viagem não é um requisito obrigatório para entrar nos Estados Unidos. Mas é essencial. Lembra do caso do Mauro e da conta de milhares de dólares, né?!

Eu sempre penso que que qualquer atendimento que eu tiver que pagar do meu bolso, certamente será mais caro do que o investimento que o valor do seguro viagem, já que hoje em dia é possível contratar ótimos planos por menos de R$ 10 por dia de viagem.

Esses planos também contam comcoberturas extras em caso de atraso ou cancelamento de vôo, e dano ou extravio de bagagem. Eu não arrisco viajar para o exterior sem seguro não.


Leia também: Melhores dicas para contratar seguro viagem EUA em 2023


Seguro viagem Estados Unidos: 4 planos baratos para a sua viagem 

Para facilitar a sua vida, listei abaixo os 4 planos de seguro viagem EUA mais contratados pelos nossos leitores com assistência Covid-19. São eles:

1. My Travel Assist 30 EUA +COVID-19 é o plano de seguro viagem Covid para os EUA mais barato. Custa cerca de R$ 15 por dia de viagem e tem cobertura para esportes e atividades de risco.

2. My Travel Assist 150 EUA +COVID-19 é o plano de seguro viagem EUA Covid com melhor custo-benefício. Tem os mesmos benefícios do primeiro plano, mas com cinco vezes o valor de cobertura. Proteção garantida! Custa R$ 30 por dia de viagem.

3. GTA 75 COVID-19 PLUS10 é o plano recomendado para idosos, pessoas com efermidade preexistentes ou gestantes. Oferece passagem de ida e volta para familiar caso haja necessidade. Custa R$ 49/dia de viagem e não tem cobertura para esportes e atividades de risco.

4. Affinity 60 USA & Canada COVID-19 QUARENTENA é o único plano dessa lista que oferece seguro para gastos com quarentena em hotel por conta de COVID-19 durante sua viagem. Custa R$ 69 por dia de viagem.


Clique para ver uma comparação entre os planos e saiba quais são as coberturas mais importantes na hora de contratar seu seguro Covid para os Estados Unidos
Seguradora Travel Assist Travel Assist Global Travel Assistance Affinity
Nome do Plano
Travel Assist 30 EUA +COVID-19 Travel Assist 150 EUA +COVID-19 GTA 75 EUROMAX COVID-19 PLUS10 Affinity 60 USA & Canada COVID-19 QUARENTENA
Despesas médicas e hospitalares USD 30.000 USD 150.000 USD 75.000 USD 60.000
Despesas médica e hospitalares por COVID-19 USD 10.000 USD 10.000 USD 10.000 USD 20.000
Cobertura médica para esportes USD 30.000 USD 150.000 NÃO USD 60.000
Cobertura para gestantes USD 30.000 até 28 semanas USD 150.000 até 28 semanas USD 75.000 até 28 semanas USD 60.000 até 28 semanas
Cobertura odontológica USD 200 USD 1.000 USD 800 USD 800
Cobertura farmacêutica USD 200 USD 1.000 USD 800 USD 800
Cobertura de gastos com quarentena NÃO NÃO NÃO SIM
Passagem Aérea Ida e Volta para Um Familiar NÃO NÃO USD 2.000 USD 1.000 (incluindo Covid-19)
Regresso sanitário USD 15.000 USD 20.000 USD 40.000 USD 10.000
Gastos por atraso de voo USD 100 (após 8 horas) USD 400 (após 8 horas) USD 250 (após 12 horas) USD 300 (após 12 horas)
Assistência na localização de bagagem NÃO NÃO SIM SIM
Seguro de bagagem extraviada USD 400 USD 400 USD 1.200 USD 1.300
Orientação em Caso de Perda de Documentos SIM SIM SIM SIM
Assistência Emergencial Via Aplicativo NÃO NÃO NÃO SIM
Orientação e Direcionamento à Rede de Atendimento Médico SIM SIM SIM SIM
Seguro de Invalidez Permanente Por Acidente USD 10.000 USD 30.000 USD 12.000 USD 50.000
Valor do seguro R$ 15 (por dia) R$ 29 (por dia) R$ 49 (por dia) R$ 68 (por dia)

 Ficou com alguma dúvida? Deixa um comentário ou acesse nosso guia completo com as melhores dicas para contratar seguro viagem EUA em 2023.


4. Tenha todos os comprovantes em mãos (subsistência diária, passagem de volta e hospedagem)

Os processos de chegada nos aeroportos dos Estados Unidos podem ser estressantes para algumas pessoas. Principalmente para quem não é fluente em inglês.

Durante os mais de 10 anos que tenho feito viagens frequentes para os Estados Unidos, já passei e presenciei situações diversas com a alfândega e proteção de fronteiras e por isso trouxe dicas essenciais para você.

O mais importante é ter todos os comprovantes com as suas informações de viagem sempre à mão (impressos ou no celular). São eles:

  • Passagem de volta;
  • Comprovante de hospedagem;
  • Algum tipo de comprovação que mostre que você tem condições financeiras para se sustentar no país durante a viagem (pode ser dinheiro vivo, extrato bancário).

Qual é a melhor forma de levar dinheiro para uma viagem para os EUA

E por falar em dinheiro, é bom que você saiba que a moeda oficial dos Estados Unidos é o dólar, que está disponível em notas de 1, 2, 5, 10, 20, 50 e 100.

Também é possível encontrar moedas americanas de: 1 cent (penny), 5 cents (nickel), 10 cents (dime), 25 cents (quarter), 50 (half-dollar coin) e 1 dólar (que é muito rara).

Para viajar com dinheiro em espécie, você pode comprar dólares em qualquer casa de câmbio ou instituições financeiras no país.

Mas desde que eu comecei a usar contas digitais internacionais gratuitas há cerca de um ano, minha forma de levar dinheiro para o exterior mudou pra melhor.

Conta Nomad: opção excelente para levar dinheiro para uma viagem para os Estados UnidosTodos os gastos usando contas seguem o dólar comercial na hora do câmbio, mais barato que o valor do dólar turismo usado por bancos e casas de câmbio.

Além disso, essas contas também oferecem,  gratuitamente, um cartão de débito internacional, que vai te ajudar a economizar até 10% em compras internacionais, quando comparado ao uso do cartão de crédito brasileiro.

O cartão Mastercard (uma das mais famosas bandeiras de cartão do mundo) pode ser usado em compras presenciais nos EUA (funciona como um cartão de débito comum) ou em sites ou plataformas de streaming estrangeiras, além de outros serviços online que exigem um cartão emitido nos EUA, como Uber e Lyft, por exemplo.

Atualmente, as melhores contas internacionais gratuitas são: conta Nomad e conta multimoedas Wise.

Pela minha experiência, nos Estados Unidos, a conta Nomad é mais vantajosa.


Leia também: Conheça a conta Nomad e use o cupom TPEV20 para ganhar até $20 (R$100) na primeira remessa

Requisitos para voltar ao Brasil depois da viagem ao EUA

Desde a publicação da Portaria 678 em 12/9/2022, todos os viajantes de procedência internacional (brasileiro ou estrangeiro), devem apresentar:

  • Comprovante de vacinação, impresso ou em meio eletrônico (em português, inglês ou espanhol) OU
  • Comprovante de teste antígeno ou RT-PCR com resultado negativo ou não detectável, realizado um dia antes do momento do embarque.

Crianças com menos de 12 anos que estejam viajando acompanhadas, estão isentas de apresentar testes desde que os acompanhantes apresentem comprovante de vacinação ou resultados negativos.

Caso estejam viajando desacompanhadas, deverão apresentar o resultado negativo de teste para Covid (RT-PCR ou antígeno) realizado até um dia antes da volta para o Brasil.

Crianças menores de 2 anos estão isentas dos testes.

Aluguel de carro nos EUA

O Estados Unidos é um país de dimensões continentais, o que faz dele um destino perfeito para viagens de carro inesquecíveis.

Do deserto de Las Vegas à ponta sul da Flórida, passando pela Costa da Califórnia e Nova York, que é a cidade mais populosa dos EUA, o país oferece atrações para todos os tipos de viajante e uma variedade incrível de climas.

É bem fácil e possível percorrer um árido deserto, uma floresta de coníferas e uma montanha nevada em uma única viagem.

Dicas para alugar carro em uma viagem para os Estados Unidos

Uma dica que eu uso e recomendo, e que vai te ajudar muito na hora de organizar sua viagem nos Estados Unidos é usar o comparador online da Rentcars para comparar o preço do aluguel em diferentes locadoras de maneira fácil e rápida em um único lugar e encontrar o melhor preço.

Eu uso e recomendo a Rentcars há anos porque além de ser uma empresa brasileira (com suporte em português), ela tem a melhor ferramenta de busca do mercado e os melhores preços.

Como a Rentcars é um consolidador de ofertas, a empresa negocia grandes volumes direto com as locadoras de veículos. Por isso eles sempre terão preços menores ou iguais aos sites das próprias locadoras.

Pra completar e pagar mais barato ainda, o pagamento pode ser feito em real, parcelado no cartão de crédito e sem cobrança de iof.

Faça uma busca no site da Rentcars usando o local e data da sua viagem e encontre o carro ideal para você. Imprima o comprovante e quando chegar ao seu destino nos Estados Unidos, siga até o balcão da empresa escolhida para concluir o processo de locação, que costuma ser super simples e rápido.


Leia também: Guia completo para alugar um carro nos EUA

Precisa de PID para dirigir nos EUA?

O EUA é um país imenso e apesar da PID (Permissão Internacional para Dirigir) não ser requisito obrigatório nas locadoras dos principais destinos do país, o documento é a sua garantia em caso de abordagem de trânsito. Sempre que vou dirigir ou usar o carro alugado no exterior, eu levo a minha.

A PID é a tradução da nossa CNH brasileira e pode ser solicitada pelo oficial de trânsito em caso de blitz ou qualquer tipo de acidente com o carro no exterior. E se você não apresentá-la, poderá se dar mal a até ganhar uma multa.

Precisa de PID para alugar carro para uma viagem para os Estados Unidos?

Essa confusão de precisa ou não de PID para dirigir nos EUA, vem exatamente do fato de que as locadoras de veículo, que não têm função fiscalizadora, não solicitam o documento.

Só não se esqueça que as regras do governo de cada estado americano é diferente. E se tratando de abordagem policial (ou de agentes de trânsito) o que vale mais é a postura individual de cada agente. Já pensou apresentar somente uma CNH em português para o agente que não está muito disposto a lidar com turistas?!

A boa notícia é que você pode emitir a PID através do site carteirainternacional.org, do Automóvel Clube Brasileiro (ACBr), única entidade civil autorizada a emitir a PID no Brasil além dos DETRANs.

O processo é 100% online (a PID chega na sua casa) e bem mais barato e rápido que emitir o documento no DETRAN de São Paulo, por exemplo, que cobra quase o dobro pelo mesmo documento.

Quer saber mais?


Leia também: Como emitir a PID online e mais barato que no DETRAN

Dicas infalíveis de onde ficar nos Estados Unidos

Para encontrar melhores opções de hospedagem nos Estados Unidos, eu recomendo usar o site Booking.com, uma das maiores plataformas de marketplace de viagens do mundo.

Lá você encontra uma variedade gigante de tipos de hospedagens, incluindo hotéis, albergues, resorts, motéis, campings e pousadas, além de apartamentos e casas de temporada.

E melhor: com o compromisso de cobrir o menor preço e cancelamento gratuito na maior parte das reservas. Encontrou a sua reserva mais barata em outro lugar? Você pode solicitar o reembolso da diferença pelo menos 24 horas antes da sua data de check-in.

Pra completar, o sistema de avaliação do Booking é super confiável e os mais de 205.000.000 de comentários que você encontra no site Booking.com são feitos exclusivamente por hóspedes reais, que já se hospedaram na acomodação.

Eu sempre uso o Booking nas minhas viagens e recomendo. Nunca tive nenhum problema. Pelo contrário, sempre que precisei do suporte (em português), eles sempre foram super eficientes.


Leia também: Booking.com é confiável? Vale a pena usar?

Perguntas frequentes sobre viagens para os EUA em 2023

Como está a situação hoje para entrar nos Estados Unidos?

Após o anúncio do fim do estado de emergência nacional por Covid-19, o CDC derrubou todas as medidas sanitárias relacionadas ao vírus para entrar nos EUA. Desde às 12h01 do dia 12 de maio de 2023 não é mais preciso apresentar comprovante de vacinação para entrar no país. Saiba mais.

Qual a documentação necessária para entrar nos EUA?

Viajantes brasileiros precisam cumprir os seguintes requisitos para entrar nos EUA: Ter passaporte e visto válido, apresentar os comprovantes da viagem (inclusive informações de contato no país) se solicitado e é recomendável também ter seguro viagem. Veja mais detalhes.

Quanto custa seguro viagem EUA?

É possível encontrar planos de seguro viagem EUA por menos de R$20 por dia de viagem. Conheça os melhores planos de seguro viagem para os Estados Unidos.

Quanto tempo posso ficar nos Estados Unidos?

O tempo de permanência nos Estados Unidos é determinada pelos funcionários do Departamento de Segurança Interna, Alfândega e Proteção de Fronteiras (CBP). A data limite para a saída do país será carimbada no seu passaporte no ponto de entrada nos EUA. Saiba mais.

Meu passaporte brasileiro precisa ter validade de seis meses a partir da data de saída dos Estados Unidos?

Cidadãos do Brasil estão isentos da regra de seis meses. Ou seja, seu passaporte precisa ser válido apenas durante o período de permanência nos EUA. Veja mais detalhes.

Leia mais dicas de viagem para o EUA


Salve essas dicas sobre regras para viagem EUA no Pinterest

Confira todas as regras e requisitos especiais para uma viagem para os EUA na pandemia

Confira todas as regras e requisitos para uma viagem para os EUA em 2022


RESOLVA SUA VIAGEM

Viajante, fotógrafa e bióloga. Largou tudo e ganhou tudo ao mudar de rumo em 2012 depois de defender um doutorado em biologia molecular na USP. Desde então vive, viaja e trabalha com foto e vídeo, sua verdadeira vocação. Ama viajar fora do esquema turistão e gosta mesmo é de paisagem humana!

98 COMENTÁRIOS

  1. Olá Alessandra, a minha dúvida é em relação a apresentação da comprovaçao da vacina, contra Covid 19 na Imigração EUA, aqui no Rio, para entrevista para Green Card. Tenho duas filhas (6 e 10 anos) elas não são vacinadas. Para essa entrevista é obrigatório quantas doses pra elas? Só faltam 1 mes e meio pra essa data. Tenho poucos dias pra vacinar muitas doses. Com uma doses apenas elas podem ir pra entrevista?

    • Tâmara, para entrar no EUA não é mais preciso apresentar certificado. Acredito que também não seja mais obrigatório para outras finalidades, já que a emergência nacional foi terminada. Porém, é melhor se informar pelo site oficial onde você agendou a entrevista.

  2. Boa tarde Alessandra,
    Parabéns por toda a atenção e detalhamento das respostas!

    Estou lendo essa mensagem em 24/03/2023. Já tomei 2 doses da Pfizer em, respectivamente, 13/08/2021 e 03/12/2021 e minha viagem para os USA está programada para 02/05/2023. Gostaria de saber se sou considerado como “completamente vacinado” ou se deveria ainda tomar mais alguma dose.

    Gostaria de sugerir para que seja incluído pelos desenvolvedores da página a data das perguntas e respostas em frente às mesmas. Assim, as pessoas poderão saber o quão atualizadas estão as suas orientações na página. :)
    Obrigado!

  3. Meu filho tem 8 anos, não tomou a vacina do covid,para entrar no EUA é obrigatório ele tomar?Em julho ele vai passar férias com os avós, gostaria de saber se será exigido?

  4. Olá, eu e meu esposo não tomamos nenhuma vacina de covid por orientação médica devido a problemas de saúde que contraindicam esse procedimento. Como podemos proceder para realizar a viagem aos EUA?
    Obrigada desde já.
    Rose.

  5. Alessandra , gostaria de saber se é obrigatório para ” entrar nos Estados Unidos a quarta dose da vacina para covid pois só tomei 3 doses e estou indo prá lá em abril. Obrigada.

  6. Tenho uma dúvida! Precisa passar a carteirinha da covid 19 para a carteira internacional para entrar nos Estados Unidos?

  7. Olá, excelente matéria. Mas agora estou com medo, meu marido tomou a segunda dose há 9 dias antes da viagem. Será q teremos problemas ao embarcar ?

  8. ola Alessandra, fiquei com uma duvida para entrar nos EUA agora em dezembro de 2022. Tomei 2 doses de Asttrazeneca, porem minha segunda dose (ultima) foi em janeiro de 22, esta valido ou preciso de outra dose? Obrigada

  9. Oi!
    Estou lendo o seu conteúdo hoje, 17/11/2022. Você sabe me informar se continua a exigência de apresentar o comprovante das 2 doses de vacina?
    Obrigada!
    Marília

  10. Oi Alessandra
    Parabéns pelo conteúdo !
    Meu filho tem 9 anos e ainda não é vacinado
    Vou viajar agora para os EUA com ele
    Eu sou vacinada
    Pelo que entendi ele não precisa nem de cartão de vacinação nem de teste nem para ida nem para volta , correto ?
    Outra dúvida ,
    Precisamos preencher algum formulário antes do embarque ?

  11. Nos tarde. Tomei as duas doses da coronavac em Janeiro e fevereiro de 2021. A dose de reforço tomei em 04/10 de2021 portanto a um ano. Preciso de mais alguma vacina contra Covid? Vou viajar em 31/10/2022. Obrigado

  12. Oi boa noite!
    Crianças entre 2 e 17 anos não vacinadas precisam fazer o teste para covid 3 a 5 dias após a chegada nos Estados Unidos?
    Entendi isso no documento do CDC.

  13. O formulário 6059-B é preenchido no avião ou aeroporto ?

    Procurei um arquivo PDF na internet com esse form e não encontrei…

    Vou viajar neste mês de outubro/2022

  14. Boa tarde
    Tenho filhos menores de 18 anos não vacinados. No retorno ao Brasil os adultos que estão viajando junto, mesmo que estejam vacinados, precisam apresentar os testes negativos?
    Obrigada

  15. Boa tarde. Observei que vocês comentam na matéria de vocês que para ir aos EUA o menos de 18 anos não precisa apresentar comprovante de vacinação. Já para o retorno dos EUA ao Brasil, consta que apenas estão isentos de apresentar comprovantes de vacinação menores de 12 anos. Afinal, menor de 18 anos precisa apresentar comprovante de vacinação para retornar ao Brasil (menor com 16 anos e sem vacinação)?

    • Menor com 16 anos precisa apresentar comprovante de vacinação para entrar no Brasil segundo as regras oficiais brasileiras (o link está no texto). Caso o menor não esteja vacinado, poderá apresentar teste negativo para Covid-19 feito 14 horas antes do embarque. As regras para a entrada nos Estados Unidos e para entrada no Brasil (retorno) são diferentes e determinadas cada uma pelo governo do país em questão.

  16. Ooii! Vou viajar em setembro, mas até então, tenho duas doses da vacina… porém, fez 1 ano que tomei a 2 dose. Sou obrigada a tomar o reforço pra viajar?

  17. Boa noite. Tem uma coisa que não entendi, minha filha de 7 anos e meu filho de 3 anos precisam de teste para embarcar? Vacina eu sei que não precisa mas precisa de teste?

  18. bom dia, crianças menores de 17 anos não precisam se vacinar para covid nem vai o teste antes de embarcar para os EUA ? é isso ? minha filha tem 11 anos e já tomou a primeira dose

  19. bom dia, crianças menores de 17 anos não precisam se vacinar para covid nem vai o teste antes de embarcar para os EUA ? é isso ?

  20. Excelente material . Iremos viajar agora em julho para os Estados Unidos . Minha dúvida é que sei que na ida não exigirão mais o teste , apenas vacina para maiores de 18 anos . Em relação ao nosso retorno ? Precisaremos realizar o teste ? As regras para vacinação apenas em maiores de 18 anos mantem-se ?

  21. Olá eu tomei a primeira e a segunda dose nos EUA e a terceira dose aqui no Brasil só que no conect sul só aparece a minha segunda dose é o reforço será que consigo viajar pro EUA sem o atestado da primeira dose

  22. Ola. Irei viajar no próximo dia 21.06, e irei com meu filho (2 anos e meio). Sei que ele não precisa de vacinação para entrar. Mas nesse caso, ele tem que fazer o teste para embarcar ou não precisa? Tenho a mesma dúvida para voltar para o Brasil. Obrigado!

  23. Olá. Como será a viagem com crianças de 03 anos, que ainda não pode vacinar, para os EUA. Será necessário fazer o teste?

  24. Olá , viajarei de American e gostaria de saber se o teste precisa ter resultado em inglês , se tiver , quem deverá fazer ?? Eu ou o laboratório??

  25. Oi, de novo kk.
    Não sei se é permitido fazer outra pergunta. Mas eu tenho outra dúvida. Você acha que é necessário que um cidadão americano vacine para poder ir ao seu país de origem, ou não precisa? Pois ele ainda não vacinou. Tenho só mais essa dúvida e muito obrigado pela atenção.

    • oi Luis, tudo bem?! Fique à vontade para fazer quantas perguntas você quiser. Se eu não souber responder, vou pesquisar. Como eu te disse, o certificado de vacinação não é requisito obrigatório para cidadãos estadunidenses, mas é super recomendado se vacinar para sua própria segurança.

  26. Oi. Eu tenho uma dúvida. Pessoas nascidas nos EUA devem se vacinar para poderem viajar até lá? Ou não precisam mostrar o certificado de vacinação? Desde já agradeço.

  27. Oi Alessandra! Para quem tomou as duas doses da Pfizer, por exemplo, há mais de 6 meses , não é necessário comprovar a dose de reforço para entrada nos EUA?
    Obrigada!

  28. Com relação a quem teve covid nos últimos 90 dias, precisa fazer o PCR ou só com a declaração médica de que está recuperado? E este profissional médico, tem que ser do SUS ou pode ser particular? O papel oficial pode ser o receituário médico? ou tem alguma especificação pr’ppria?
    Muito obriga!

    • oi Vanessa, tudo bem?! Segue a tradução automática do site do CDC:

      “Se você teve um teste viral positivo em uma amostra coletada nos últimos 90 dias e atendeu aos critérios para viajar, pode viajar com os resultados positivos do teste viral e uma carta assinada de um profissional de saúde licenciado ou de um serviço de saúde pública oficial que declara que você foi liberado para viajar de acordo com as orientações de viagem do CDC. O resultado positivo do teste e a carta juntos são chamados de “documentação de recuperação”.

      Uma carta do seu médico ou oficial de saúde pública que o autoriza a viajar deve conter informações que o identifiquem pessoalmente (por exemplo, nome e data de nascimento) que correspondam aos identificadores pessoais em seu passaporte ou outros documentos de viagem. A carta deve ser assinada e datada em papel timbrado oficial que contenha o nome, endereço e número de telefone do profissional de saúde ou oficial de saúde pública que assinou a carta.

      Se você se recuperou do COVID-19, mas não consegue obter a documentação de recuperação que atenda aos requisitos, precisará mostrar um resultado negativo do teste viral COVID-19 de uma amostra coletada no máximo 1 dia antes do seu voo para os EUA.”

  29. Oi Alessandra! Excelentes dicas e explicações.
    Um questionamento, meu voo será na segunda à noite, e tem escala no Canadá. Nesse caso, por ser mais difícil se encontrar locais que realizem testes 20h de domingo, posso realizar o teste na própria segunda?

  30. olá! obrigada pelas informações
    voltar para o Brasil e ter escala em outro estado dos EUA, precisa apresentar teste de COVId?
    entendi que a volta não precisa, mas e passageiros que tem escala no voo?
    desde já
    obrigada

    • Na volta acredito que não. Apenas na ida para os EUA é necessário apresentar teste. Recomendo que você peça informação para a companhia aérea que te levará até os EUA. Eles saberão informar precisamente.

  31. Alessandra parabés pelo post, muito bem elaborado e explicativo, mas fiquei com uma duvida sobre crianças de até 12 anos de idade, meu filho tem 12 anos, ele precisa de apresentar teste negativo depois que já estiver nos estados unidos ou aquele que apresentarmos no check in do aeroporto aqui o brasil antes de embarcar já é suficiente ?

    • oi Adriano, tudo bem?! O teste para embarcar é obrigatório para todos os viajantes a partir de 2 anos de idade. Alguns lugares, principalmente fechados, podem comprovante de vacinação ou teste feito nas 24 horas anteriores.

  32. Como funciona com crianças de 3 anos? Chegando lá faço o teste novamente após 3/5 dias e apresento em algum lugar?

  33. Criança com 12 anos não precisa ser vacinada para entrar nos EUA . Porém precisará de teste para retornar ao Brasil ?
    Como funciona ?

  34. Olá, tenho contraindicações médicas de tomar a vacina contra Covid. Aliás, desde o ano 2000 que não tomo mais, tive alergias sérias etc.
    Como eu faço para conseguir um documento para ir aos EUA ( seria a 3ª vez lá, já tenho Visto no passaporte. ) comprovando que sou alérgico a vacina? O atestado que eu tenho está em português. Não teria que ter um em inglês? De qualquer forma, teria que fazer um teste de covid e levar comigo para os EUA, não é ?

    Obrigado.

    • Isso mesmo, Hércio. Você precisa do teste e recomendo que você entre em contato com a companhia aérea que vai te legar até lá para saber se será preciso apresentar o atestado em inglês também. Eles saberão te informar corretamente. Obrigada pela visita.

  35. Faltou falar sobre a possibilidade de viajar com atestado de recuperação da COVID, sem precisar fazer teste algum.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Deixe seu comentário!
Digite seu nome