Neste post você vai conhecer os melhores parques em SP para aproveitar um dia de sol ao ar livre em meio à selva urbana da capital do estado de São Paulo.

De leste a oeste e norte a sul da cidade, encontre a opção ideal de parque em SP para você aproveitar momentos ao ar livre na cidade.

Dicas dos melhores parques em SP


Quais são os melhores parques em SP para lazer?

Dividi essa lista de parques em SP em duas categorias: parques urbanos (próximos ao centro da cidade) e parques nos arredores da cidade, afastados do centro.

Dessa maneira você encontrará facilmente o melhor parque em SP para uma visita rápida, ou para um passeio mais longo, com direito a trilha, cachoeira e muito mais. Vamos começar?


1. Parque do Ibirapuera

O Ibirapuera é o mais famoso parque em SP e um dos mais importantes parques urbanos da cidade. Ele foi inaugurado em 1954 e ocupa uma área de quase 1.600.000 m².

O Parque do Ibirapuera tem três lagos artificiais, ciclovia, pistas de corrida, quadras poliesportivas e uma deliciosa área verde para relaxar da correria do dia-a-dia.

Parque Ibirapuera em SP

O parque conta com espaços icônicos projetados pelo mestre Oscar Niemeyer, como: o Auditório Ibirapuera, o Pavilhão da Bienal de SP, o Planetário e a Oca. Tem atividades para todas as idades.

Além disso, importantes museus em SP também ficam dentro do Parque Ibirapuera. São eles: MAM (Museu de Arte Moderna), Museu Afro Brasil e o Museu de Arte Contemporânea (MAC-USP), que fica do outro lado da avenida, mas faz parte do complexo.

Av. Pedro Álvares Cabral – Vila Mariana
Diariamente, das 5h à 00h
Entrada gratuita

Estacionamento no Parque Ibirapuera

Com a privatização do Parque do Ibirapuera, o estacionamento deixou de ser Zona Azul e passou a ser cobrado como diária: R$11 (de segunda a sexta-feira) e R$13 (fins de semana e feriados).

O pagamento do ticket pode ser feito por meio de dinheiro, cartões de débito e crédito e sistemas Sem Parar, Veloe e ConectCar nos quiosques no interior do parque. Há 15 minutos de tolerância

DICA: Nos finais de semana e feriados você pode usar o estacionamento da Assembleia Legislativa de São Paulo gratuitamente das 8h às 18h.


2. Parque Trianon

Outro importante parque em SP é o Parque Tenente Siqueira Campos, perto da estação Trianon da linha verde do metrô, na Avenida Paulista, um dos pontos mais importantes da Avenida Paulista.

O local é uma das mais importantes áreas verdes do coração da cidade. O parque é um resquício remanescente da Mata Atlântica original, com árvores centenárias, incluindo muitas espécies ameaçadas de extinção.

Parque Trianon em SP

Além das obras de arte naturais, você pode caminhar pela Trilha do Fauno e chegar até belíssimas esculturas de Victor Brecheret e Francisco Leopoldo Silva.

É uma excelente oportunidade de entrar em contato com a natureza em pleno coração de São Paulo. Vale a pena dar uma passada por lá.

Rua Peixoto Gomide, 949 – Cerqueira César
Diariamente, das 6h às 18h
Entrada gratuita

Parque Prefeito Mário Covas

Coladinho ao Trianon está o Parque Prefeito Mário Covas. O lugar era o jardim da antiga residência Vila Fortunato, da família Thiollier, demolida em 1972.

É o lar de 31 espécies de aves e outros pequenos animais, de urubu a bem-te-vi, e outra importante área verde na região da Avenida Paulista.

Avenida Paulista, 1853 – Bela Vista
Diariamente, das 6h às 18h
Entrada gratuita


3. Parque Augusta Prefeito Bruno Covas

Inaugurado recentemente, o Parque Augusta Prefeito Bruno Covas é o novo parque do centro e logo entrou na lista dos melhores parques de São Paulo.

Conta com uma área de 23 mil metros. Opção perfeita para quem procura um parque em São Paulo com gramado sombreado por árvores.

O parque tem parquinhos para crianças, cachorródromo e até um redário (tem que levar a própria rede). Possui também uma bela arquibancada e deck elevado.

Outra atração são as duas construções tombadas que foram restauradas: a Casa das Araras e o portal de entrada (na Rua Caio Prado).

Ahhh, lá não tem pista de corrida e não são permitidas bicicletas.

Parque Augusta, um dos melhores parques em SP
Foto: Governo do Estado de São Paulo | CC BY 2.0
Rua Peixoto Gomide, 949 – Cerqueira César
Diariamente, das 6h às 18h
Entrada gratuita

4. Parque da Água Branca

O Parque da Água Branca é um pedacinho do interior rural do estado em plena Zona Oeste da cidade, pertinho do Terminal Rodoviário da Barra Funda.

Ele ocupa uma área de 137.000m² e abriga o Museu Geológico, a Casa de Caboclo (uma réplica de residências da zona rural), o Aquário do Instituto de Pesca, o Relógio do Sol, espaço de leitura e uma brinquedoteca.

O Parque ainda possui uma Arena Hípica e um belo espaço para exposições e feiras. É um passeio ideal para todas as idades e toda a família.

Parque da Água Branca, um dos melhores parques de SP

Av. Francisco Matarazzo, 455 – Água Branca
De segunda a domingo, das 6h às 20h
Entrada gratuita

5. Parque Villa Lobos

Com uma grande área de 732 mil m² em plena Zona Oeste da capital paulista, o Parque Villa-Lobos é a opção perfeita para quem quer andar de bicicleta, patins, fazer caminhadas ou mesmo aproveitar o ar fresco dessa imensa área verde cheia de árvores da Mata Atlântica.

O Parque Villa Lobos é cortado por uma imensa ciclovia, e conta com uma excelente infraestrutura. Tem quadras poliesportivas, campos poliesportivos, tabela de basquete e playgrounds para a garotada.

Além disso, também tem um anfiteatro, um orquidário, uma biblioteca, um cachorródromo para os pets e várias opções de lanchonetes.

Parque Villa Lobos em SP

Av. Prof. Fonseca Rodrigues, 2001 – Alto de Pinheiros
Diariamente, das 5h20 às 19h
Entrada gratuita

6. Parque Burle Marx

Localizado na região Oeste de São Paulo, o Parque Burle Marx foi concebido na década de 1940, como o jardim da casa do empresário Francisco Matarazzo Pignatari (Baby Pignatari), dono da antiga Chácara Tangará, um terreno de mais de 15 hectares às margens do rio Pinheiros.

O projeto da casa, feito por Oscar Niemeyer, foi interrompido e hoje em dia o Hotel Palácio Tangará fica no seu lugar.

Já a imensa área verde que a cercava, uma das poucas áreas remanescentes de Mata Atlântica nativa da cidade, transformou-se em um parque público, reformado pelo próprio arquiteto e paisagista Burle Marx.

Parque Burle Marx em SP
Foto: Alexandre Giesbrecht | CC BY 3.0

Os destaques do Parque Burle Marx, são: o Jardim Burle Marx, com características únicas; os espelhos d’água, lagos e nascentes, as pistas de caminhada e trilhas na mata e o bosque das jabuticabeiras ao redor da ‘Casa de Taipa e Pilão’, uma casa bandeirista do século XIX.

O Parque também conta com playground, quiosque do coco, áreas de piquenique e alimentação e estacionamento. É um dos melhores lugares de SP para curtir a natureza.

Av. Dona Helena Pereira de Moraes, 200 – Vila Andrade
Diariamente, das 7h às 17h
Entrada gratuita

7. Parque Alfredo Volpi

O Parque Alfredo Volpi é outro parque em SP com muita história. Com mais de 142.400 m², em pleno bairro do Morumbi, essa área fazia parte de uma fazenda de chá e apenas no final dos anos 1960 foi transformada em parque.

O parque oferece trilhas de corrida ou caminhada em meio à Mata Atlântica, aparelhos de ginástica, playground, espaço para piquenique e estacionamento.

Av. Eng. Oscar Americano, 480 – Morumbi
Diariamente, das 6h às 18h
Entrada gratuita

8. Parque do Povo – Mário Pimenta Camargo

Localizado na zona oeste da cidade de São Paulo, em Pinheiros, um dos bairros mais antigos da capital, o Parque do Povo tem uma grande área verde com quadras poliesportivas, aparelhos de ginástica, parquinho infantil, ciclovia, pista de caminhada e um jardim em forma de labirinto, com espécies ornamentais e medicinais que estimulam os sentidos.

Você também pode percorrer alguns Roteiros Botânicos e conhecer espécies da flora de todos os Biomas do Brasil.

Parque do Povo em SP
Foto: Vitória Salatine | CC BY-SA 4.0
Av. Henrique Chamma, 420 – Pinheiros
Diariamente, das 6h às 22h
Entrada gratuita

9. Parque da Independência

Este parque em SP é um marco histórico nacional, já que foi na Colina do Ipiranga, às margens do Ribeirão Ipiranga, que Dom Pedro I proclamou a independência do Brasil em 1822.

O Parque da Independência possui praça para eventos, pista de Cooper, aparelhos de ginástica, playground e estacionamento.

Parque da Independência em São Paulo
Foto: Webysther | CC BY-SA 4.0

Também fazem parte do complexo: o Museu do Ipiranga (oficialmente chamado de Museu Paulista), a Casa do Grito, o Monumento da Independência e Cripta Imperial (que guarda os ossos de D. Pedro I e Dona Amélia) e o Museu de Zoologia da USP.

Av. Nazaré, s/n – Ipiranga
Diariamente, das 5h às 20h
Entrada gratuita

10. Parque da Aclimação

O Parque da Aclimação é um dos melhores parques em SP, na Zona Sul da cidade. Criado no início do século XX, o parque tem 112.000 m² e oferece atividades para toda família.

Tem um belo lago natural, um bosque de eucaliptos, concha acústica, jardim japonês com espelho d’água, aparelhos de ginástica, pista para corrida e caminhada, e ótimos playgrounds infantis onde as crianças podem brincar, com espaço para piquenique. Vale a pena visitar!

Parque da Aclimação em SP

O parque oferece também campo de futebol e quadras de vôlei e basquete e até uma Biblioteca (Raull Bopp), com temática de meio ambiente.

Uma curiosidade aqui é a escola de futebol Jack Marin, que oferece cursos gratuitos de futebol para crianças e jovens e é palco de partidas de amadores no período noturno e finais de semana.

Rua Muniz de Sousa, 1119 – Aclimação
Diariamente, das 5h às 20h
Entrada gratuita

11. Parque do Carmo

O Parque do Carmo é um dos mais tradicionais parques em SP e abriga, desde 1978, a Festa das Cerejeiras, uma celebração da florada dessas árvores, um símbolo do Japão.

Cerejeiras no Parque Carmo em SP
Foto: Lucas Molina | CC BY-SA 4.0

Localizado em Itaquera, na Zona Leste da capital, o parque tem um belíssimo bosque com cerca de 6.000 árvores, lagos naturais e estrutura completa. Tem anfiteatro natural, aparelhos de ginástica, campos de futebol, ciclovia, pista de Cooper, playgrounds, quiosques, churrasqueiras, gramado para piquenique e estacionamento.

Também funcionam no local, o Museu do Meio Ambiente, o Viveiro Arthur Etzel, Planetário Prof. Acácio Riberi, o Bosque da Leitura e a Base da Guarda Civil Metropolitana.

Av. Afonso de Sampaio e Sousa, 951 – Itaquera
Diariamente, das 5h20 às 20h
Entrada gratuita

12. Parque da Juventude

O Parque da Juventude é um dos parques em SP com uma forte história. Localizado na Zona Norte da cidade, ele foi construído sobre um espaço ao ar livre onde costumava ser o Complexo Penitenciário Carandiru, antiga casa de detenção que foi, durante 46 anos, a maior da América Latina.

O parque, inaugurado em 2003, transformou a região e tornou-se uma área de lazer e entretenimento para a comunidade.

Ele oferece quadras esportivas, trilhas e caminhos em meio ao verde, na companhia de pássaros como canários e pica-paus, espaço para cães e local aberto para shows e eventos.

Também funcionam aqui, a Etec Parque da Juventude e a Biblioteca de São Paulo.

Parque da Juventude, um dos melhores parques de SP
Foto: CORRETOR-CARVALHO | CC BY-SA 3.0
Avenida Cruzeiro do Sul, 2630 – Carandiru
Diariamente, das 6h às 18h
Entrada gratuita

13. Jardim Botânico de São Paulo

O Jardim Botânico é um dos mais especiais parques em São Paulo. Fundado em 1928, ocupa uma área de 360.000 m² em plena Zona Sul de São Paulo, bem próximo ao Zoológico da cidade.

Lá, você pode pode passear por jardins, bosques e brejos, fazer um piquenique à beira de um belíssimo lago, visitar o Museu Botânico que tem mais de 6500 espécies catalogadas, duas estufas e um orquidário, fazer trilhas, caminhar por um túnel de bambu e se encantar com o Castelinho.

Você pode fazer um tour virtual pelo Jardim Botânico de SP ou ir pessoalmente até lá respirar ar puro.

Jardim Botânico de SP
Foto: Wilfredor | CC BY-SA 4.0
Av. Miguel Estéfano, 3031 – Vila Água Funda
De terça a domingo (e feriados), das 9h às 17h
Entrada paga – R$10 (inteira) e R$5 (estudante)

Confira as informações atualizadas no site do Jardim Botânico.

14. Parque Jardim da Luz

O Jardim Público da Luz é o mais antigo parque de São Paulo e foi tombado pelo CONDEPHAAT em 1981.

O parque tem fácil acesso, já que fica ao lado da Pinacoteca, um dos melhores museus de SP e aqui você pode passear pelo belo jardim, com espelhos d’água, gruta com cascata, coreto, chafariz e uma belíssima exposição permanente de esculturas.

Jardim da Luz, um dos melhores parques de SP
Foto: Leorodrez | CC BY-SA 4.0

Além disso, o Jardim da Luz tem playground, espaço para apresentações culturais, um aquário subterrâneo (em manutenção), equipamento de ginástica e pista de Cooper.

Praça da Luz, s/n – Bom Retiro
De terça-feira a domingo, das 9h às 18h
Entrada gratuita

E o Parque Minhocão?

O Parque Minhocão é o sonho de transformar o Elevado Presidente João Goulart, o viaduto que liga o Centro à Zona Oeste da cidade de São Paulo em um grande parque linear suspenso, assim como o High Line em Nova York.

Desde 1989, o Minhocão, como é conhecido, fica fechado para os automóveis aos finais de semana, tornando-se uma grande área de lazer aberta para pedestres. Um gostinho para o que poderia ser o Parque Minhocão.


15. Parque Estadual da Cantareira

Para quem busca um parque em SP mais afastado do centro da cidade e mais perto da natureza, o Parque Estadual da Cantareira, na Zona Norte é uma excelente opção.

O parque, que tem uma das maiores florestas urbanas do mundo (remanescente de Mata Atlântica), foi criado em 1963 e tem quatro núcleos nos municípios de São Paulo, Guarulhos, Mairiporã e Caieiras.

Você pode passar o dia por lá caminhando ou pedalando pelas 14 trilhas demarcadas, que levam a um lago, cachoeira e bica. Delícia!

Parque Estadual da Cantareira em SP

Rua do Horto, 1799 – Horto Florestal
De quarta a domingo (e feriados), das 8h às 14h
R$ 16 para brasileiros

Horto Florestal

O Horto Florestal é um parque perto do Parque Estadual da Cantareira e possui playground, aparelhos de ginástica, pista de cooper, lagos e muito verde. Também abriga o Palácio de Verão do Governo do Estado e o Museu Octávio Vecchi (Museu da Madeira Florestal).


16. Parque Ecológico do Tietê

O Parque Ecológico do Tietê, na Zona Leste de São Paulo tem uma área total de 14 milhões de m² e foi criado para proteger as várzeas do rio Tietê e sua fauna e flora.

Com projeto arquitetônico e paisagístico do arquiteto Ruy Ohtake, o Parque Ecológico do Tietê é também um espaço para a realização de atividades culturais, esportivas e de lazer.

Suas principais atrações, são: Centro Cultural, Museu do Tietê, Centro de Educação Ambiental e o Centro de Recepção de Animais Silvestres, que abriga 2 mil animais.

Parque Ecológico do Tietê, um dos principais parques de SP

Uma boa maneira de aproveitar esse parque em SP longe da selva urbana é pedalar pela trilha que margeia o belo lago com vista para a cidade.

Rodovia Parque, 8054 – Vila Santo Henrique
Diaramente das 6h às 17h
Entrada gratuita

17. Parque Ecológico do Guarapiranga

O Parque Ecológico do Guarapiranga fica na Zona Sul da cidade de São Paulo e tem mais de 250 hectares de área. Foi criado para preservar a flora e fauna da região e oferece aos visitantes diversas trilhas em meio à vegetação nativa de Mata Atlântica.

Você também pode visitar o Museu do Lixo e ter acesso à biblioteca. O núcleo de Educação Ambiental tem um programa com oficinas e brinquedoteca, que garante muita diversão.

Parque Ecológico Guarapiranga

Estrada da Riviera, 3286 – Jardim Riviera
De terça a domingo, das 7h às 17h
Entrada gratuita

18. Parque Estadual do Jaraguá

O Parque Estadual do Jaraguá era uma antiga fazenda do ciclo do ouro. Virou parque estadual em 1961 e assim garantiu a preservação desse pedaço de Mata Atlântica nativa na Zona Oeste de São Paulo.

Um de seus principais destaques é o Pico do Jaraguá, com 1.135 metros, que é um dos pontos mais altos de SP.

Durante o período da pandemia, o acesso ao parque se dará pela Portaria 2 (Estrada Turística do Jaraguá) e os atrativos que estão liberados são: Estrada Turística do Jaraguá, Pico do Jaraguá, Trilha da Bica, Trilha do Pai Zé, Trilha do Silêncio, Lago e playground.

A capacidade do parque é de 3.400 visitantes por dia.

Parque Estadual do Jaraguá

Rua Antônio Cardoso Nogueira, 539 – Vila Chica Luiza
De terça a domingo, das 7h às 17h
Entrada gratuita

19. Parque Ecológico Imigrantes

Esta é uma das mais recentes opções dessa lista dos melhores parques em SP. Inaugurado em 2018, o Parque Ecológico Imigrantes é uma realização da Fundação Kunito Miyasaka em comemoração aos 110 anos da imigração japonesa.

Ele fica a uma hora do centro de SP, na rodovia Imigrantes (em direção a São Bernardo do Campo), e tem quase 500.000 m² de Mata Atlântica preservada. O destaque fica por conta de uma imensa passarela elevada, que nos faz caminhar pela copa das imensas árvores.

Outro destaque é a trilha sensorial inclusiva, com acessibilidade plena para deficientes visuais, cadeirantes e a deficientes auditivos.

Parque Ecológico Imigrantes
Foto: Divulgação
SP-160 – Curucutu, São Bernardo do Campo
As visitas são guiadas e precisam ser agendadas pelo site.
R$20. Crianças até 6 anos não pagam.

Os melhores parques em São Paulo | No Mapa

Confira no mapa interativo a seguir, todas as localizações dos melhores parques em São Paulo listados neste post.


Leia também: Como usar um mapa personalizado do Google para organizar a sua viagem

Perguntas frequentes sobre o Parque Ibirapuera e outros parques em SP

Quais são os melhores parques de São Paulo?

Acesse a lista completa para saber quais os principais parques e áreas verdes de São Paulo vale a pena visitar.

Qual o parque mais famoso de São Paulo?

O Parque do Ibirapuera é o parque mais famoso de São Paulo. Veja a lista completa com os melhores parques da capital paulista.

Quais os parques que estão abertos em São Paulo?

A maior parte dos parques em São Paulo estão abertos ao público. Veja a lista com os melhores.

Qual o maior parque Ibirapuera ou Villa Lobos?

O Parque do Ibirapuera é maior que o Parque Villa Lobos. Ele tem 1.584.000m². Já o Villa Lobos ocupa uma área um pouco maior que 700 mil metros quadrados. Saiba quais são os melhores parques de SP.

Leia mais dicas de o que fazer na cidade de São Paulo


Onde ficar em São Paulo

Se você não é daqui e vem aproveitar os melhores parques em SP, é importante hospedar-se bem. Recomendo reservar um hotel na Paulista.

Se quiser ficar em uma região diferente da cidade, recomendo os bairros de Pinheiros e Vila Madalena, duas regiões cheias de coisas divertidas pra fazer!

Para todas as dicas, leia o nosso Guia completo de onde ficar em SP por regiões.


Salve essas dicas dos melhores parques em SP

Dicas dos melhores parques em SP
Dicas dos melhores parques perto de SP

RESOLVA SUA VIAGEM

Viajante, fotógrafa e bióloga. Largou tudo e ganhou tudo ao mudar de rumo em 2012 depois de defender um doutorado em biologia molecular na USP. Desde então vive, viaja e trabalha com foto e vídeo, sua verdadeira vocação. Ama viajar fora do esquema turistão e gosta mesmo é de paisagem humana!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Deixe seu comentário!
Digite seu nome