Planejando uma viagem para Cuba? Confira essas dicas e informações fresquinhas, testadas e aprovadas. Tudo o que você precisa saber para planejar uma viagem perfeita para esse país incrível, destino cada vez mais popular entre os viajantes. Surpreenda-se!

Dicas práticas essenciais para uma viagem para Cuba

Viagem para Cuba: tudo o que você precisa saber

Planejar uma viagem para Cuba pode parecer um desafio, principalmente pra quem gosta de fazer isso online. Durante a pesquisa para a minha viagem de 13 dias em Cuba eu tinha muitas perguntas e mesmo com a ajuda de amigos blogueiros que têm ótimo conteúdo sobre o país – confira no final do post uma lista com outras referências online sobre Cuba -, eu ainda tinha muitas pulgas atrás da orelha e não sabia bem o que esperar.

Por isso, separei uma lista com as principais dúvidas que eu tinha sobre vários assuntos, pra te ajudar a planejar a sua viagem para Cuba tranquila. Olha só!


Navegue por assunto ou leia o post todo

    1. Qual a melhor época do ano para viajar para Cuba
    2. Como chegar em Cuba
    3. Visto para Cuba é obrigatório
    4. Seguro viagem
    5. Vacina de febre amarela
    6. Roteiro de viagem para Cuba
    7. Hospedagem em Cuba
    8. Moeda e câmbio
    9. Transporte em Cuba
    10. Internet em Cuba
    11. É seguro viajar para Cuba?
    12. Fique atent@
    13. O que levar na mala
    14. O que comprar em Cuba

1. Qual a melhor época do ano para viajar para Cuba

A primeira coisa que você precisa saber para planejar uma viagem para Cuba é quando ir. Cuba é uma ilha em pleno Caribe e sofre com a temporada de ciclones e furacões, de junho a novembro. Evite visitar o país entre os meses de agosto a outubro.

O gráfico a seguir mostra as médias mensais de temperatura e precipitação em Cuba calculadas entre 1991 e 2015 e fornece um bom panorama do clima do país. Quanto mais alta a barra azul no gráfico, mais chuva, quanto mais alto o ponto vermelho, mais quente.

Dicas práticas essenciais para uma viagem para Cuba
Gráfico e dados: World Bank Climate Change Knowledge Portal

A alta temporada em Cuba, com menos chuva, vai de novembro a março. Com maior procura, os preços sobem e a oferta de boa hospedagem diminui. Por isso se você tá pensando em uma viagem para Cuba nesse período, melhor reservar tudo com antecedência.

A baixa temporada, entre abril e maio, é quando os preços ficam melhores e o fluxo de turistas é menor.

Viajamos no final de novembro e pegamos temperaturas razoáveis, mas alguns dias de chuva.

2. Como chegar em Cuba

Não existem voos diretos do Brasil para o Aeroporto Internacional José Martí em Havana, a principal porta de entrada internacional de Cuba.

As companhias aéreas Copa, Avianca e Latam oferecem voos a partir de diversas cidades brasileiras com conexões na Cidade do Panamá, Bogotá (Colômbia) e Lima (Peru), respectivamente.

Encontre ofertas de passagem aérea para Havana.

Fique de olho nas promoções. Você pode encontrar tarifas promocionais de até R$1.600 (ida e volta com taxas) a partir de São Paulo, por exemplo.

3. Visto para Cuba é obrigatório

Brasileiros precisam de visto para entrar em Cuba. Você pode comprar o visto para Cuba com a companhia aérea que vai te levar até Havana ou solicitar o visto pessoalmente na Embaixada de Cuba em Brasília ou no Consulado Geral de Cuba em SP.

O visto custa cerca de U$20 (R$57 no Consulado) e tem validade de 30 dias corridos a partir da data de entrada em Cuba. Saiba mais detalhes sobre como tirar o visto para Cuba.

Como tirar o visto para Cuba

4. Seguro viagem obrigatório

Outro item essencial e obrigatório para uma viagem para Cuba é o seguro viagem. Contratar um seguro viagem com cobertura médica é uma garantia em caso de acidente, ou emergência. Faça uma cotação grátis e encontre o melhore seguro viagem para você.

Leia mais sobre como escolher o melhor seguro viagem para Cuba.

5. Vacina de febre amarela

Outro documento que será exigido antes da sua entrada em Cuba é a carteira de vacinação internacional com comprovante da vacina contra febre amarela. É bom lembrar que você deverá tomar a vacina com pelo menos 10 dias de antecedência ao embarque.

A vacina contra febre amarela é exigida em muitos outros países, como Tailândia e África do Sul e vale pela vida toda. Então, é sempre bom ter esse documento em dia.

6. Roteiro de viagem para Cuba

Fizemos uma viagem de 13 dias, passando por Havana, Vale de Viñales, Trinidad, Cienfuegos e Varadero. Um lugar mais lindo que o outro.

Havana, com toda a sua personalidade forte foi paixão à primeira visita.

A charmosa Viñales guarda paisagens inacreditáveis e hábeis artesãos, a bela e colorida Trinidad, com suas ruas de pedra e noite, Cienfuegos, uma das cidades mais lindas que já conheci e Varadero e seu mar com infinitos tons de azul! Ahhhh, que maravilha!

Dicas práticas essenciais para uma viagem para Cuba

O roteiro da nossa viagem para Cuba ficou assim:

  • Dias 1 e 2 – Havana
  • Dias 3 e 4 – Viñales
  • Dias 5, 6 e 7 – Havana
  • Dias 8 e 9 – Trinidad
  • Dia 10 – Cienfuegos
  • Dias 11 e 12 – Varadero
  • Dia 13 – Havana

Você ainda pode incluir no seu roteiro Santa Clara, Camagüey e Santiago de Cuba (região oriental do país), além dos famosos cayos cubanos, pequenas ilhas com acesso com acesso por estrada, barco ou avião, perfeitos pra quem quer curtir praia em Cuba. Os cayos mais famosos, são: Cayo Coco, Guillermo, Largo del Sur e Santa Maria.

Saiba mais detalhes sobre o nosso roteiro de 13 dias em Cuba.

7. Hospedagem em Cuba

Outro ponto interessante no planejamento de uma viagem para Cuba é a escolha da hospedagem.

Pra resumir, hotéis em Cuba são caríssimos e quase sempre é muito melhor se hospedar nas casas particulares. A vantagem desse tipo de hospedagem é ter contato próximo com quem realmente faz o país. O aluguel de quartos em casas particulares virou febre e é uma experiência que você merece ter em uma viagem para Cuba.

Se você está viajando em grupo, pode encontrar um apartamento independente e reservá-lo pelo Airbnb. Usando este link para se cadastrar você ganha um crédito de R$100 para usar na sua primeira reserva.

Preparamos um guia completo de onde ficar em Cuba, da casa particular ao resort all inclusive, com tudo o que você precisa saber sobre hospedagem na ilha. Confira!

8. Dinheiro em Cuba: Moedas e Câmbio

Dicas práticas essenciais para uma viagem para Cuba

Cuba tem duas moedas oficiais, o CUP (peso cubano ou moeda nacional e o CUC, o peso cubano conversível, usado pelos hotéis, casa particulares, restaurantes, bares, lojas, supermercados, e táxis.

1 CUC vale 25 CUP e é equivalente ao dólar americano.

Você pode usar o CUP pra comprar comida na rua, frutas e sucos e é relativamente comum encontrar cardápios com os preços nas duas moedas.

Uma dica bem legal é ir se acostumando com as notas e mantê-las em carteiras separadas para não se confundir. Não é raro receber o troco em CUP pagando em CUC.

Um motorista de Cocotaxi tentou nos dar esse golpe, mas como eu estava louca pela nota de 3 CUP estampada com a imagem do Che Guevara, me liguei rapidamente no movimento. O troco de 3 CUC equivaleria a 75 CUP e ele, espertão, queria me passar 3.


Salve a imagem das notas no celular e leve com você!


Dicas práticas essenciais para uma viagem para Cuba

Qual é a melhor moeda para levar para Cuba?

Se você está se perguntando qual é a melhor moeda para levar para Cuba, meu conselho é: leve euros ou dólar canadense, já que dólares americanos são taxados em 10% no câmbio. E sempre troque seu dinheiro em uma CADECA oficial. Assim que você sair do aeroporto José Martí, em Havana, já vai dar de cara com uma!

Dicas práticas essenciais para uma viagem para Cuba

Acesse este link para consultar as taxas de câmbio oficiais e atualizadas em Cuba.

É muito importante também levar todo dinheiro que você for precisar em espécie, já que a maioria dos lugares não aceita cartões de crédito.

Outra dica é gastar todos os seus CUC antes de sair de Cuba, já que você não vai conseguir trocá-los fora do país.

9. Transporte em Cuba

Uma das coisas que mais me preocupavam antes da viagem para Cuba era o transporte e surpreendentemente foi uma das coisas mais fáceis de se lidar durante a viagem.

Dentro da cidade

Em Havana, por exemplo, você pode circular de ônibus (ou guaguas), táxis coletivos, bicitáxis e cocotáxis e táxis ‘convencionais’. Como estávamos em 3 pessoas, usamos na maioria das vezes um táxi convencional para nós 3 e também o cocotáxi, uma espécie de tuk-tuk em forma de coco montado em cima de uma moto. Mais pela diversão, claro!

Dicas práticas essenciais para uma viagem para Cuba

Independente do formato, sempre negocie o preço da corrida na hora, antes de entrar no táxi, viu?! Uma boa dica é: nunca pague mais que 5 CUC em uma corrida para qualquer parte da cidade durante o dia e nunca pague mais que 10 CUC por corrida durante a noite. Esse foi o conselho que recebemos.

Você também pode encontrar bicitáxis por toda a região de Havana Vieja e também vai pagar de 3 – 5 CUC por corrida. O bicitáxi é prático para percorrer as ruelas de Habana Vieja, mas se você quer meu conselho: vá andando! Havana é uma cidade para ser descoberta à pé. Esse é o grande barato.

De um bairro ao outro, vale pegar um táxi colectivo, carros clássicos compartilhados que circulam por rotas fixas na cidade. Os colectivos geralmente têm muita gente dentro e uma plaquinha no para-brisa. Você sempre vai ver gente acenando para eles da calçada.

Dicas práticas essenciais para uma viagem para Cuba

Para os cubanos esse é um meio de transporte super barato, mas para estrangeiros a corrida custa 1 ou 2 CUC. Se você quiser se aventurar

Os guaguas são os ônibus de linha comum e a corrida custa em torno de 1 CUP. Muito barato, mas na maioria das vezes superlotado. Se animar e quiser usá-los mesmo assim, peça dicas ao pessoal da sua Casa Particular ou pergunte para alguém na rua.

Táxi entre o aeroporto e o centro de Havana

Uma corrida de táxi convencional do aeroporto ao centro de Havana gira em torno de 30 CUC. Na chegada, recomendo que você peça para que o pessoal da sua casa particular enviar um táxi para você. O motorista vai te esperar com uma plaquinha com seu nome. Tão bom chegar e ter alguém esperando a gente, né?! Hehehehe.

Tour por Havana em um carro antigo conversível

Em Havana ficou complicado resistir ao tour em um carro americano clássico conversível dos anos 50. Eles estão por todos os lados e são praticamente uma instituição na cidade.

Dicas práticas essenciais para uma viagem para Cuba

O tour de 2 horas em um desses carro clássicos custa de 30 a 50 CUC, dependendo da sua cara de turista. O melhor lugar para combinar um desses tours é na frente do Parque Central em Habana Vieja, pertinho do Capitólio. Se você é um bom negociante, pode conseguir um descontinho. Pagamos 25 CUC.

O itinerário é padrão e passa por lugares turísticos da cidade, como Plaza de la RevoluciónAvenida La Rampa, em Vedado e segue pelo Malecón.

Dicas práticas essenciais para uma viagem para Cuba

Uma curiosidade é que esses carros são antigos apenas por fora. Os motores geralmente são ‘modernos’ e adaptados e como o mercado de peças de reposição é bem escasso em Cuba, o jeitinho cubano é rei. Cada motorista é responsável pela manutenção do seu carro e muitos cuidam até da parte de reparos na carroceria.

Dicas práticas essenciais para uma viagem para Cuba

E o tour vale a pena?! Eu achei que sim. Vale mais pelo barato de circular pela cidade com o vento no rosto em uma máquina americana, do que do itinerário do tour, já que passa por lugares que a gente acaba tendo que voltar. Se você estiver viajando com um orçamento mais ‘relaxado’, vá em frente! É uma dessas experiências que a gente idealiza antes de chegar a Cuba. Me diverti.

Ônibus hop-on hop-off

Confesso que não era muito adepta dessa forma de deslocamento, mas os passeios em ônibus de dois andares hop-on hop-off em Porto Alegre e Joanesburgo, na África do Sul conseguiram mudar a minha opinião.

Dicas práticas essenciais para uma viagem para Cuba

Em Havana, esse ônibus é uma opção interessante pra quem não tem muito fôlego e quer ir além do centro da cidade. O bilhete custa 10 CUC por pessoa e você pode rodar o dia todo (das 9h às 18h). O melhor é começar o tour também no Parque Central em Habana Vieja.

Você pode escolher entre 3 linhas diferentes:

  • T1: Alameda de Paula – Plaza de la Revolución (rota principal) | 23km (ida e volta)
  • T2: Marina Hemingway – Plaza de la Revolución | 40km (ida e volta)
  • T3: Parque Central – Praia Santa María del Mar | 65km (ida e volta)

Pegamos o ônibus no nosso último dia em Havana, quando os pés já não estavam mais conseguindo acompanhar e fiquei bastante surpresa. Conheci a cidade de um jeito diferente e passei por muitos lugares por onde eu nunca iria passar. Valeu!

Dicas práticas essenciais para uma viagem para Cuba

De uma cidade para a outra

Para se locomover se uma cidade para outra em Cuba, você pode usar o ônibus, táxis ou táxis colectivos.

Os ônibus nacionais não são permitidos para turistas então você deve usar o ônibus Viazul, com ar condicionado e horário definido de saída. Uma vantagem é que você pode comprar os bilhetes online, com no mínimo 7 dias de antecedência. Pra comprar pessoalmente, você deverá ir até a Viazul, na Avenida 26 y Zoológico, Nuevo Vedado. Recomendam 3 dias de antecedência.

Olha só alguns valores de passagens do ônibus Viazul em Cuba:

  • Havana – Viñales: 12 CUC
  • Havana – Varadero: 10 CUC
  • Havana – Trinidad: 25 CUC
  • Havana – Santiago de Cuba: 50 CUC

Outra opção são os colectivos, táxis compartilhados com até 6 pessoas que te buscam no endereço onde você está hospedado e te levam até o endereço onde você vai se hospedar na próxima cidade.

Dicas práticas essenciais para uma viagem para Cuba

O preço do táxi colectivo é mais caro que o ônibus Viazul, mas em compensação a viagem leva menos tempo. Por exemplo, a viagem de Havana para Trinidad dura cerca de 6 horas e 30 minutos de ônibus e custa 25 CUC por pessoa. De táxi colectivo você leva 4 horas e 30 minutos e paga cerca de 10 CUC a mais por pessoa.

Se preferir, pode viajar com um táxi convencional apenas para seu grupo ou família. Essa é a opção mais cara, mas a mais confortável e rápida. Pagamos 140 CUC para uma viagem de Havana a Trinidad e tivemos a chance de aprender muito sobre Cuba durante as quase 5 horas de conversa com seu Ismael.

11. Internet em Cuba

O acesso à internet em Cuba é bem limitado. Pra se conectar à Internet você deve procurar um dos pontos de venda oficiais da ETECSA, a companhia de telecomunicações de Cuba e comprar um cartão desses, que dá direito a 1 ou 5 horas de acesso à Internet.

Dicas práticas essenciais para uma viagem para Cuba

O cartão de 1 hora custa 1 CUC e o de 5 horas 5 CUC. Você deve procurar um dos pontos de WiFi na cidade, raspar com cuidado o código de acesso e senha da parte de trás do seu cartão e usá-los na rede WiFi_ETECSA.

12. É seguro viajar para Cuba?

Cuba é um país muito seguro. Muito. As leis são muito duras e pra você ter ideia, não é permitido nem portar armas brancas, como facas.

As ruelas escuras de Habana Vieja podem assustar desavisados, mas em nenhum momento nos sentimos ameaçadas. Andamos, andamos e andamos tranquilamente, dia e noite, pela cidade toda com câmera em punho.

Vá tranquil@!

13. Fique atent@

Cuba é um país seguro sim, mas isso não significa que você não deva ficar atent@. Minha primeira recomendação é: se alguém te abordar na rua, por mais legal que essa pessoa possa parecer, não dê informações sobre onde você está hospedad@, de maneira nenhuma. Evite também dar muitas informações sobre você, de onde veio, etc.

Vão te oferecer charutos direto com a cooperativa, vão te falar do festival de salsa grátis que está acontecendo na cidade, mas não caia nessa. Seja simpátic@, agradeça e siga seu caminho.

Outra coisa importante que eu já falei aqui antes, é acostumar-se com as notas diferentes. Fique atent@!

14. O que levar na mala

Está se preparando para uma viagem para Cuba?! Não se esqueça de colocar na mala todos os remédios para dor de cabeça, dor muscular, ‘piriri’ e itens de higiene pessoal, como sabonete, shampoo, creme, hidratante. Recomendo filtro solar forte, repelente e álcool gel também.

Leia também:

14. O que comprar em Cuba

Quem resiste a levar de volta pra casa alguns produtos nacionais?! Ainda mais se for rum, café e charuto.

Rum

Cuba é a terra do rum. Por coincidência do destino, uma das minhas bebidas favoritas. A marca de rum mais famosa de Cuba é Havana Club. Uma ótima dica é comprar as garrafas pequenas para facilitar o transporte de volta pra casa.

Agora se você quer comprar um rum que você só encontra em Cuba, vá de Santiago de Cuba, da parte oriental do país ou Cubay.

Dicas práticas essenciais para uma viagem para Cuba

Café

Além do rum, o café foi um dos pontos altos dessa viagem. Na minha opinião, Cuba tem o melhor café do mundo e gosto não se discute. Dos mais sofisticados ao cafezinhos caseiros, passados na hora – na Bialleti, claro! -, o café cubano tem uma força inegável.

Para os apaixonados por café, vale voltar com um – ou mais – pacotes das duas marcas mais famosas no país: Cubita e Serrano.

Dicas práticas essenciais para uma viagem para Cuba

Charutos

Os astros de Cuba!! Não tem como não falar deles. Os charutos cubanos são inegavelmente os mais famosos do mundo e uma vez em Cuba, faça como os cubanos, certo?!

Agora uma dica importante: não compre charutos na rua. Procure lojas especializadas ou peça ajuda para o pessoal da sua Casa Particular. Eles vão saber te indicar o melhor local para comprar os famosos ‘puros’ cubanos.

Para comprar charutos em Havana, recomendo 3 lugares: A Partagás, atrás do Capitólio, La Casa del Cafe, na Plaza de Armas (lugar bom também para comprar rum e café) e a lojinha no Palacio de la Artesania.

Dicas práticas essenciais para uma viagem para Cuba

Se você quiser uma experiência diferente, pode ir até Viñales para conhecer uma tradicional finca de tabaco, onde fabrica-se charutos da maneira tradicional, sem aditivos químicos.

Dicas práticas essenciais para uma viagem para Cuba

Não sou especialista em charutos, mas provei o artesanal e o industrializado e achei o gosto do artesanal muito melhor.

Uma curiosidade interessante que aprendi com Jesus, responsável pela finca que conhecemos em Viñales é que Ernesto Che Guevara fumava charutos Montecristo e como ele tinha asma, ele costumava molhar a ponta do charuto com mel, que funcionava como um filtro natural para a densa fumaça do charuto. Hasta la victoria siempre!

Outras referências online sobre Cuba

Li muitos blogs durante a pesquisa para a viagem e vou compartilhar a lista dessas referências com vocês. Pra começar, sugiro a leitura das dicas do Viaje na Viagem, sempre uma ótima referência sobre qualquer destino. Depois, viaje com o Cruzamundos e o Nativos do Mundo.

As amigas Paula e Camila, do Viagens da Mochilinha Gaúcha e Viaggiando também têm ótimas dicas sobre Cuba e o Vida Cigana viajou com a gente pra lá!

Pra completar, o blog De Mochila e Caneca tem um material super completo sobre a ilha, e o belíssimo texto Roteiro de 24 horas em Havana, do blog Alma de Viajante é imperdível. Vale a leitura!

Ficou com alguma dúvida, tem alguma pergunta?! Deixa um comentário que a gente te responde!

Próximos textos sobre a viagem para Cuba

Não perca os próximos textos sobre a nossa viagem para Cuba. Muita coisa boa vem por aí! Cadastre-se na nossa newsletter e fique por dentro das novidades!

Leia mais sobre Cuba


Salve esse post no Pinterest

Planejando uma viagem para Cuba?! Confira dicas e informações fresquinhas, sobre visto, transporte, hospedagem, segurança, roteiro e muito mais. Tudo o que você precisa saber para fazer uma viagem perfeita para esse país incrível!


Você pode seguir o TÔ PENSANDO EM VIAJAR nas redes sociais

FACEBOOK, INSTAGRAM, e TWITTER


25 COMENTÁRIOS

  1. Oi Alessandra, deixa eu te perguntar… Qual era o custo médio com alimentação? Quanto gastaram, fora passagens, em média, cada pessoa na viagem?
    Um abraço e agradeço! Seu relato ajudou bastante! 😘

  2. Oi, Alessandra. Adorei suas dicas. Estamos planejando uma viagem em família para Cuba entre Natal e Ano Novo. Vc acha que pode ser uma época legal?
    Adoramos viajar e Cuba já está em nossos planos faz tempos, mas sempre adiamos…agora acho que vai dar certo.
    Obrigada por compartilhar.
    Grande abraço.

  3. Alessandra excelente seu guia de viagem para Cuba. Eu estava em dúvida, mas depois de ler suas orientações fiquei convencida e irei. Muito obrigada por compartilhar suas experiencias.

    • Oba, Valéria! Que bom! A gente fica em dúvida mesmo quando o lugar é muito diferente e quando tanta gente fala sem saber, sem conhecer. Mas quando a gente chega lá vê o quanto pode aprender com esse diferente. Boa viagem para você e aproveite muito!

  4. Depois de ler esse artigo eu tenho mais certeza ainda que quero ir para esse lugar magnífico! Obrigado por compartilhar essas informações sensacionais!!! Gratidão! PS: Adorei o site!

  5. Alessandra, gratidão de coração!!
    Procurei relatos assim para me programar e me senti tão “acolhida” com seu blog!!
    Sou bióloga também e defendi meu doutorado em janeiro, estou procurando meu rumo viajando hahahahaha
    Aí, fui lendo e me apaixonando, que maravilha te achar.
    Vamos eu e meu filhote, seguindo muuuuuitas das suas dicas :D
    Muita luz pelo seu caminho!
    beijo

    • oi Gabriela, tudo bem?! Que alegria ler seu comentário. Fico muito muito muito feliz com esse feedback. O blog é todo pensando exatamente como um ‘não-lugar’ de acolhimento mesmo. Que bom também que você sobreviveu ao doutorado. Êê coisa difícil essa, né?! Espero que você também encontre seu caminho e seja muito feliz. Viaje com seu coração aberto, e tenho certeza que Cuba te trará muitas e muitas alegrias! Grande beijo.

  6. Olá, Alessandra
    Excelentes dicas sobre Cuba. Parabéns.

    Será que você poderia me esclarecer sobre os preços dos táxis? Você disse pra não pagar mais que 5 CUC durante o dia e não mais que 10 durante a noite, esses preços são para os táxis convencionais ou para os “coco taxis”?

    Obrigado

    • Oi Antonio, tudo bem? Obrigada pela visita e comentário. Preço de táxi convencional mesmo. Um detalhe é que a gente quase nunca pegava os táxis amarelos ‘oficiais’. Quase sempre combinávamos na rua mesmo, antes de entrar. O coco taxi vai ser quase o mesmo preço.

  7. Ameeeeeeei muuuuuito o post.
    Só fiquei com uma dúvida em relação ao Wifi:
    Depois que vc acessa com o cartão. Ele expira em 1/5 horas? Ou vc pode usar um pouco e voltar a usar em um outro dia por exemplo?

  8. Seu post está excelente. Muito interessante saber das duas moedas e do esquema de wifi. Sabe que, igualzinha a vc e pelas mesmas razões, mudei de opinião sobre os ônibus turísticos. Também estou esperando a passagem da Europa pra Cuba baixar pra visitar o país

  9. Maravilhoso o seu texto. Já pode querer ir agora? Eu sonho em visitar o país, uma parceira nossa aqui do site foi e voltou encantada! Deve ser uma experiência de vida inexplicável!

  10. Uau! O melhor de guia de Cuba que já li até agora. Arrasou nas dicas! Já vou favoritar agoooora. haha!
    Parabéns pelo post! =)

  11. Que post completíssimao para Cuba! A mim o que me chateia são os preços da passagem a partir daqui da europa, não meio de baixar não…isto porque quero mesmo ir a Cuba o mais rápido possível, tenho algum rceio que o país mude bastante, o que poderá ser bom para eles mas para o viajante nem tanto hehehe
    Abraço e boas viagens!

  12. Oi Alessandra… você escreveu um texto incrível que eu tenho certeza vai ajudar muitos aos viajantes interessados em conhecer Cuba. Quem me dera ter tido um texto assim quando estive por lá! Não havia informação!
    Eu estive lá muitos e muitos anos atrás e as coisas eram bem mais complicadas, as pessoas bem mais fechadas (tinha razão de ser)… Ainda assim, passei dias espetaculares no país.
    Algumas coisas continuam do mesmo jeito como as duas moedas e o dólar sobretaxado, mas Cuba agora tem até ônibus hop-on hop-off e tour em carro!!!!
    Eu pretendo voltar algum dia para ver de perto as mudanças ocorridas no país. Acho que vai ser uma experiência bem interessante. bjus

  13. Caramba, nem sequer sabia das duas moedas em circulação. Fácil darem-nos o golpe, mesmo! Adoraria fazer esse passeio num carro antigo, acho que é tão a cara de Cuba. Provavelmente a ilha mudará muito com as mudanças políticas, acho que já não vou a tempo de conhecer o país genuíno. Que pena!
    Abraço

  14. Amo posts super completos assim que levam tempo para fazer mas, depois que você lê, sabe muito mais sobre o país. Cuba ainda está na minha wishlist mas com certeza irei ler este post quando for viajar pra lá. Obrigada :)

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário!
Digite seu nome