Os incríveis desfiladeiros de Todra e Dades, no Marrocos

Continuando a nossa viagem de carro de 10 dias pelo Marrocos, saímos de Merzouga, no deserto do Saara no fim da manhã. Depois de algumas horas pelas R702 e N10, chegamos a Tinghir, porta de entrada para as famosos desfiladeiros de Todra e Dades.

ALE_1442

Os incríveis desfiladeiros de Todra e Dades, no Marrocos

Essa região, fronteira com o Saara é muito importante para a história do Marrocos. Rota de comércio de sal, ouro e escravos entre a África negra e o Marrocos fundiram as populações berberes locais, de modo que árabes, berberes, o povo do deserto, e os descendentes de antigas populações negras confundem-se em uma população com traços mistos nos pequenos vilarejos à beira das grandes estradas.

ALE_1357

ALE_1331

Percorrendo as estradas no Marrocos!

Aliás, este também foi um ponto alto desta viagem: Poder seguir com a estrada, passando pelos pequenos vilarejos, e viver a importância das estradas, dos deslocamentos, dos caminhos, para um povo acostumado com mudanças e andanças…

ALE_1327

Viajar de Carro Pelo Marrocos é perigoso?

Não! Saiba todos as dicas pra viajar de carro pelo Marrocos de maneira independente no post ‘Viagem para o Marrocos: tudo o que você precisa saber

Aluguel de carro no Marrocos

Quer encontrar o melhor preço pra alugar um carro e começar amanhã mesmo sua sonhada viagem de carro pelo Marrocos?! Alugando um carro através da Rentcars.com você encontra o melhor preço de aluguel de carro pesquisando diversas locadoras de uma vez só, não paga iof, e pode parcelar em até 12 vezes sem juros.

Viaje tranquil@! Não esqueça do seguro viagem

Se você tá pensando em viajar para o Marrocos, é essencial que você contrate um seguro viagem. É a sua garantia em caso de algum acidente ou emergência. E digo mais, depois de uma experiência recente de cancelamento de viagem de última hora, a gente sempre contrata o seguro viagem assim que compramos as passagens, já que alguns seguros oferecem reembolso de reservas de hotéis e passagens aéreas em caso de impossibilidade de viajar.

Nossa dica é usar o site da Segurospromo, para comparar planos variados, de vários seguradoras em uma só plataforma simples e fácil de usar, com pagamento no cartão de crédito em até 12 vezes ou com desconto no boleto! Aproveite a oportunidade e compre seguro viagem com 5% de desconto usando o código TOPENSANDO05 durante sua compra no compra no site!

O Desfiladeiro de Todra

De Tinghir até o desfiladeiro de Todra são mais ou menos 17 km, passando por oásis em meio à áridos kasbah antigos. Um visual cinematográfico, de tirar o fôlego…

ALE_1475

O desfiladeiro, ou garganta de Todra impressiona pela magnitude.

todra2

Cheia de gringos, souvenirs e ônibus de turismo. Fizemos apenas uma rápida parada para fotos, mas tem muita gente que passa dias por ali, escalando, ou mesmo fazendo as trilhas.

todra

O 3o pneu furado no Marrocos

O francês do meu pai foi extremamente importante quando, na volta, tivemos nosso segundo episódio de pneu furado. E foi ali, esperando o borracheiro dar um jeito no furo do pneu, em meio aos ‘hikers gringos’, marroquinos, berberes, árabes, que senti que o mundo é realmente uma pequena aldeia, e que aquele lugar poderia ser Minas Gerais, o Tibet, a África do Sul. Estamos todos conectados…

IPHONE_1289

De Tinghir a Boumalne Dades

De Tinghir, percorremos mais 70 Km até Boumalne Dades, onde passamos a noite. Dirigi sob uma tempestade de areia e água extremamente estressante, que me fez pensar que o clima do Marrocos não é brinquedo não.

IPHONE_1293

Ao chegar em Boumalne Dades, nos assustamos com o frio e com o tempo ruim, morrendo de medo de pegar mau tempo durante a subida pelo Alto Atlas, porém o pessoal do hotel me garantiu que o tempo não estava tão ruim, e me lembrou que estávamos a 1.500 metros de altitude! A cidade é uma ótima base para visitas às gargantas de Todra e Dadès. São mileuma opções de hospedagem.

ALE_1601

Onde ficar em Boumalne Dades

Já pensou se hospedar em uma caverna?!

Nos hospedamos no peculiar Kasbah Tizzarouine, em um dos quartos chamados de Troglodyte, habitações típicas da região, em cavernas!

troglo

ALE_1592

Foi o máximo!!!

Outras opções de hospedagem em Boumalne Dades, são: La Perle Du DadesAuberge La Fibule Du DadesAuberge Chez Pierre. Não gostou de nenhuma?! Usando o Booking.com pra fazer a sua reserva, você tem garantia do melhor preço com cancelamento gratuito na maioria dos quartos e um ótimo serviço de atendimento em português. Além disso, você pode escolher seu hotel com base em opiniões de clientes verdadeiros.


Encontre todas as ofertas de hospedagem em Boumalne Dades.


O Desfiladeiro de Dades

O dia seguinte amanheceu claro, e depois de uma noite quentinha, graças ao aquecedor portátil do hotel, tomamos um café da manhã reforçado e fomos até o desfiladeiro de Dades. Novamente, 50km de uma estrada com um visual cinematográfico. Aliás, essa é uma das inúmeras qualidades do Marrocos, o visual!

ALE_1636

A estrada mais linda do Marrocos!

E pudemos finalmente dirigir nesta estrada. Eu estava ansiosa por isso desde o começo das minhas pesquisas.

ALE_1684

O desfiladeiro em si não é tão bonita quanto a Todra, mas vale o passeio. Recomendo 2 ou 3 dias na região, pra conseguir fazer as trilhas, e ver tudo com calma. Como nossa maior preocupação era conseguir atravessar a montanha antes de escurecer, não fizemos muitas paradas no caminho até Marrakech.

dades_gorge

Um detalhe muito interessante da região foi ver as ovelhas pastando nas encostas de pedra.

ALE_1729

Rumo ao Alto Atlas

Seguimos viagem rumo ao Alto Atlas sem muitas distrações, mas desta vez com algumas – como vou dizer – interrupções – sim, no plural! – da famosa ‘Gendarmie Royale’, a polícia marroquina.

Como lidar com a Gendarmie Royale, a polícia marroquina?

Na minha pesquisa para esta viagem, li muitos relatos sobre a abordagem destes policiais em estradas pelo Marrocos, mas como já havíamos rodado mais de 1.000 km sem nenhuma eventualidade, achei que o boato que os policiais não param mais turistas à pedido do rei, fosse verdadeiro, até sermos parados pela primeira vez um pouco antes de Ouarzazate, e pela segunda vez deixando a cidade.

O André Parente, do tempodeviajar escreveu um post muito bom sobre este assunto, imperdível pra quem vai se aventurar sozinho pelas estradas marroquinas e se você está pensando em uma road trip pelo país, esse post é leitura essencial.

Resumindo, o mais importante é: Dirigir sempre dentro do limite de velocidade, respeitando 60 km/h nos arredores das cidades e respeitar os pontos de STOP, onde os condutores devem parar e aguardar pelos policiais.

Deve-se ficar atento primeiro à placa Ralentir (para diminuir a velocidade), e depois Halte, que significa parar exatamente ao lado da placa.

Infelizmente, a maioria dos policiais quer dinheiro, e é bem possível que você acabe perdendo alguns Dirhams se for parado. É importante entregar logo ao policial os documentos do carro e a PID do motorista, e boa sorte! É tudo tão duvidoso que na segunda vez parados o policial pediu 300 Dhm, pegou o dinheiro, e depois devolveu. Ninguém entendeu nada!

Atravessando o Alto Atlas nevado

À medida que nos aproximávamos montanha, as coisas começaram a ficar … BRANCAS !

Num primeiro momento era tudo: Olha que lindo esta montanha nevada, mas a coisa começou a ficar pesada, e o fantasma do Rif voltava a acenar, relembrando que desta vez poderia ser bem pior…

ALE_1782

De repente, Meu deus, da onde vem tanta neve?!

IPHONE_1415

Mesmo não esperando a mudança brusca na temperatura, e no visual, seguimos em frente, confiantes pelo sinal verde da fiscalização, e pela presença de outros carros, em ambos os sentidos. Depois de pneu furado no meio do nada, neblina intensa, tempestade de areia, e tempestade, neve era o que faltava prá deixar a aventura ainda mais… gelada!

ALE_1811

ALE_1813

ALE_1815

Finalmente, com paciência, e sem pressa, vencemos o Alto Atlas, e chegamos na caótica Marrakech, nosso destino final na aventura marroquina. Mas isso é assunto pro próximo e último post: Uma viagem para Marrakech!

ALE_2311


Leia Mais Sobre a Viagem de Carro pelo Marrocos:


Você pode seguir o TÔ PENSANDO EM VIAJAR nas redes sociais

FACEBOOK, INSTAGRAM, e TWITTER


Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Compartilhe!
Alessandra

ALESSANDRA é viajante, fotógrafa, e bióloga. Largou tudo e ganhou tudo ao mudar de rumo em 2012 depois de defender um doutorado em biologia molecular na USP. Desde então vive, viaja e trabalha com foto e vídeo, sua verdadeira vocação. Ama viajar fora do esquema turistão, e gosta mesmo é de paisagem humana!

Leia também...

11 Comentários

  1. Angela disse:

    Maravilha de fotos, acompanhando curiosa e encantada cada post desta belíssima viagem … Paisagens de sonho …

  2. Carmem disse:

    Só aventura,hein?

  3. Mayte Scaravelli disse:

    Olá Alessandra, primeiramente parabéns pelo relato =D

    Estou programando uma viagem pro Marrocos em Janeiro de 2017 e queria saber se você em algum momento sentiu arriscado fazer o percurso de carro ( sem guia). Confesso que estou com medo, devido a sinalização, da neve no alto das montanhas, e um pouco de receio com a cultura muçulmana ( me desculpe, mas sei muito pouco sobre a cultura, estou começando minhas pesquisas agora).

    Pode me dar um luz, se acha que é tranquilo ou se vale a pena pegar um guia ?

    Na vrdd, vamos eu meu marido e meus pais fazer de Marraquesh a Fés de carro.

  4. Rodrigo disse:

    Olá Alessandra, passaram por Tizi n’Tichka, ou seja, pegaram a N9 de Quarzazate até Marrakech?
    Obrigado.

  5. Que viagem legal, já estava acompanhando suas fotos no instagram e adorei ver o relato completo por aqui!!!!
    Me deu vontade de me aventurar pelo Marrocos :)
    Abs

  6. Esses lugares são realmente fantásticos! O Marrocos tem cada beleza natural que a gente nem acredita né?

  7. Tenho muita vontade de viajar pelo Marrocos. Um dia o farei, só não sei quando. Espero que em breve! Estes textos, com estas narrativas e estas imagens, me inspiram, me instigam, fazem crescer minha vontade!!!

  8. Nossa, quanta história sensacional! Eu ficaria com medo dessa neve toda numa estrada sem estrutura. E aquele quarto de hotel muito doido? Adorei

  9. Rayane disse:

    Marrocos é um país singular e que tenho muita vontade de conhecer!
    Estou apaixonada pelas fotos! Amei esse post e me deu mais vontade de arrumar as malas e desembarcar por lá!
    Obrigada por compartilhar as dicas e lindas imagens!