Banksy e The Walled Off Hotel, o hotel com a pior vista do mundo

1

Banksy se supera a cada novo projeto. Esse artista super plural e contestador passou a produzir mais do que ‘simples’ instalações de arte. Seus projetos se tornaram algo tão extraordinário que agora, depois de Dismaland, a Disneylândia anarquista, ele lançou The Walled Off Hotel, ou em bom português, o hotel ‘cercado pelo muro‘, que se orgulha de ter a ‘pior vista do mundo‘.

Banksy e The Walled Off Hotel
Foto: banksy.co.uk

Banksy e The Walled Off Hotel

Sim, meus [email protected] Banksy reformou um antigo hotel em Belém, na Cisjordânia, colocou um monte de obras novas suas e de outros artistas nele, e vai abri-lo para o público!

Onde fica o Walled Off Hotel?!

O Walled Off Hotel fica em frente ao muro construído por Israel na fronteira com a nação Palestina, em uma região chamada também de ‘zona ocupada‘. Um dos quartos tem até vista para a torre de vigilância. Tenso, né?!

É uma ótima oportunidade pra gente pensar nos dois lados de uma mesma moeda, e como às vezes o muro que representa proteção, também representa segregação.

Banksy e The Walled Off Hotel
Foto: banksy.co.uk

Mas é um hotel de verdade?!

Sim! É um hotel ‘de verdade’, gerenciado pela população local, que começa a funcionar no dia 20 de março e deve ficar aberto durante todo o ano de 2017, cem anos desde que os britânicos assumiram o controle da Palestina. Pode-se dizer que é uma data comemorativa, mas nas FAQ do novo site do Walled Off Hotel, eles garantem que ainda não tem planos para comemorações.

Os quartos

O hotel oferece aos hóspedes 4 tipos de quarto:

  • Artist, onde o hóspede poderá dormir em um quarto cheio de obras do Banksy e de outros artistas.
Banksy e The Walled Off Hotel
Foto: banksy.co.uk
Banksy e The Walled Off Hotel
Foto: banksy.co.uk
  • Scenic, o quarto com vista para a torre de vigilância, tudo pra você se sentir um local! Como diz o lema do Walled Off Hotel: “Travel – the art of journeying a thousand miles to be fascinated by the things we’d ignore at home”
Banksy e The Walled Off Hotel
Foto: banksy.co.uk
  • Budget, onde você pode passar a noite em um dormitório coletivo decorado com itens do exército de Israel, pagando 30 doletas a noite!
Banksy e The Walled Off Hotel
Foto: banksy.co.uk
Banksy e The Walled Off Hotel
Foto: banksy.co.uk
  • Presidential, a suíte presidencial que ‘tem tudo que um chefe de estado corrupto precisa‘: banho de imersão capaz de acomodar até quatro foliões, obras de arte originais, biblioteca, tiki bar, etc…
Banksy e The Walled Off Hotel
Foto: banksy.co.uk
Banksy e The Walled Off Hotel
Foto: banksy.co.uk

Você pode ver mais fotos e saber mais sobre os quartos no site do Banksy, que se transformou no site do Walled Off Hotel.

E se eu não quiser me hospedar lá?!

A partir de 11 de março você vai poder visitar o museu e a galeria de arte, abertos para não hóspedes todos os dias das 11h às 19h30.

Banksy e The Walled Off Hotel
Foto: banksy.co.uk

A galeria de arte terá autonomia e vai abrigar obras de importantes ​​artistas palestinos como Sliman Mansour. Um espaço alternativo vai trazer exposições de novos artistas.

O piano bar também abrirá todos os dias das 11h às 22h e servirá refeições e bebidas.

Banksy e The Walled Off Hotel
Foto: banksy.co.uk

Programação musical

Um dos destaques do piano-bar é o piano operado por controle remoto que acompanhará importantes artistas durante suas performances remotas exclusivas. A abertura ficou por conta de sir Elton John. Massive Attack, Trent Reznor, Atticus Zimmer e Flea são ospróximos nomes da lista de concertos no Walled Off Hotel.


E aí?! Vai animar?! As reservas começam no dia 11 de março, hein?!


Quem é Banksy?!

Banksy é um artista britânico polêmico cuja identidade é desconhecida. Em uma de suas primeiras ‘ações’, mandou fabricar notas de 10 libras falsas praticamente idênticas às originais, com uma única diferença: As notas levavam o rosto da princesa ao invés do rosto da rainha. Essas notas foram distribuídas durante o carnaval de Notting Hill e muitas pessoas chegaram a gastá-las como se fossem verdadeiras. Você ainda pode encontrar algumas delas em leilões de arte online…

Pra quem não a história dele, recomendo assistir o ótimo Exit Through The Gift Shop.

A arte de rua como ferramenta de protesto

Nos dias de hoje, Banksy representa uma importante voz de protesto, tratando temas controversos e muitas vezes considerados os ‘elefantes no meio da sala’ de maneira direta e usando a arte urbana como ferramenta para alcançar cada vez mais pessoas, cada vez mais longe. As obras e projetos dele provocam reflexão e são retrato da realidade da nossa sociedade atual. A arte existe pra nos fazer pensar. Às vezes é bom, né?!


Fotos do artigo e da capa: Reprodução banksy.co.uk


 Leia mais sobre arte urbana:


Compartilhar
Alessandra Fratus
Viajante, fotógrafa, e bióloga. Largou tudo e ganhou tudo ao mudar de rumo em 2012 depois de defender um doutorado em biologia molecular na USP. Desde então vive, viaja e trabalha com foto e vídeo, sua verdadeira vocação. Ama viajar fora do esquema turistão e gosta mesmo é de paisagem humana!

1 COMENTÁRIO

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário!
Digite seu nome