Bangkok é uma das cidades mais interessantes do mundo. A capital da Tailândia é, ao mesmo tempo, tradicional e moderna e seus contrastes estão por toda parte. Basta escapar um pouquinho da parte mais turística e superficial da cidade para embarcar em uma viagem pelas tradições e cultura tailandesa.

Durante meus dias em Bangkok, aprendi muitas coisas interessantes. Como diria uma antiga professora minha, idiossincrasias são muito, muito peculiares, principalmente quando vividas assim, na pele. Quer apostar?!

5 coisas que aprendi em Bangkok, na Tailândia

5 coisas que aprendi em Bangkok

1Comida, Comida, Comida!

In Thailand, it’s all about food!

A comida é um aspecto muito importante na cultura tailandesa – sorte a nossa, né?! -. Tailandeses comem o tempo todo. Em casa, na rua, na chuva, na fazenda, em todo lugar!

Estão sempre ‘beliscando alguma coisa’…

5 coisas que aprendi em Bangkok, na Tailândia

Mas esqueça os salgadinhos, o negócio deles é real food, comida de verdade!

5 coisas que aprendi em Bangkok, na Tailândia

5 coisas que aprendi em Bangkok, na Tailândia

É muito comum fazer refeições completas na rua, seja na calçada, ou nas imensas áreas de alimentação dos zil shopping centers. Nos mercados ‘secos’ – existe algum no sudeste asiático?! – ou flutuantes. O importante é ‘mandar ver’!

5 coisas que aprendi em Bangkok, na Tailândia


Quer aproveitar sua visita a Bangkok e aprender mais sobre a Tailândia fazendo uma aula sobre culinária tailandesa?!


2Como montar um Mieng Kham

Sei que falei pra você esquecer os snacks, mas lembre-se bem desse nome: mieng kham!

Esse lanchinho tailandês é vendido assim, numa sacolinha com 8 ingredientes: Uma folha local – que ‘abraça’ os outros -, cebola roxa, limão, gengibre, amendoim, coco ralado, camarão seco e molho agridoce.

5 coisas que aprendi em Bangkok, na Tailândia

Depois é só aprender a ‘enrolar’, e pronto! Delícia, delícia, delícia!

5 coisas que aprendi em Bangkok, na Tailândia

3Aniversário de 12 em 12 anos

É isso mesmo que você leu! Os tailandeses contam sua idade em ciclos lunares de 12 anos, representados por um animal, quaase como o zodíaco chinês.

O primeiro (12 anos) e o quinto ciclo (60 anos) são os mais importantes, e são muito comemorados, principalmente o quinto.

Estivemos em Bangkok em abril, mês de aniversário da princesa Maha Chakri Sirindhorn, que completou 60 anos. As comemorações começaram em janeiro e seguem até o final do ano. Todo mundo se veste de roxo pra homenagear a princesa. Em Bangkok era roxo pra todo lado! Incrível!

Roxo é a cor das pessoas nascidas no sábado, e a princesa é uma delas!!

O amor era tanto, que um dia antes do aniversário (2.4), as ruas estavam lotadas com vendedores ambulantes vendendo ‘uniformes’ roxos!

5 coisas que aprendi em Bangkok, na Tailândia

Os tailandeses – principalmente os mais velhos – amam a família real, e expressam este amor publicamente sempre que tem chance. É muito comum ter zil fotos do rei na parede de casa…

5 coisas que aprendi em Bangkok, na Tailândia

4Confie no seu amuleto

Os tailandeses também acreditam que carregar consigo um amuleto, ou talismã, ajuda a trazer sorte, dinheiro, amor, e proteção.

Antigamente os amuletos eram feitos por monges budistas e só eram encontrados nos monastérios budistas. Hoje em dia, estão por toda Bangkok.

Bem próximo ao Palácio Real – a pior experiência da minha viagem – você pode encontrar o Mercado de Amuletos, com centenas, milhares de pequenos amuletos mágicos – ?! – que podem ser figuras de Buddhas, monges, e bebês bicéfalos.

Por via das dúvidas, comprei o meu!


Leia mais sobre nosso roteiro de 23 dias no sudeste asiático, que incluiu Tailândia, Camboja, e Myanmar.


5To Give, to forgive, to forget

Ou em bom português: doar, perdoar e esquecer.

A maioria da população tailandesa é budista, e eu realmente acho que o budismo é uma religião incrível por ser tão presente no dia a dia das pessoas. Nui, nossa professora tailandesa nos explicou que o budismo prega essas 3 ações. As duas primeiras mais fáceis, e a terceira a mais difícil delas. Temos muito o que aprender com a filosofia oriental.

Era a tardinha quando passamos por eles. Estavam sentados à beira do canal, um dos muitos em Thonburi, a região chamada de old Bangkok, ou Bangkok antiga. Estavam sentados à beira do canal alimentando as carpas com um tipo de ração multicolorida.

5 coisas que aprendi em Bangkok, na Tailândia

Perguntei para Nui – nossa guia – porque estavam fazendo isso, já que não as comem, e ela me respondeu: Eles estão fazendo uma boa ação alimentando os peixes.

5 coisas que aprendi em Bangkok, na Tailândia

Fiquei muito emocionada com tudo o que aprendi na minha rápida passagem por Bangkok, e quer saber?! Se aventure pelas partes antigas da cidade. Você com certeza será recompensado!


Encontre ofertas de hospedagem em Bangkok!


Não se esqueça do seguro viagem

Para viajar com tranquilidade para a Tailândia é essencial contratar um seguro viagem.

Uma boa dica para economizar é usar um comparador online para pesquisar ofertas de planos e seguradoras diferentes. Nós usamos e recomendamos o site da Seguros Promo.

Aproveite a oportunidade e ganhe até 10% de desconto usando o código TOPENSANDO05.

QUERO DESCONTO


Leia também: 9 dicas infalíveis para comprar seguro viagem mais barato


Leia mais dicas de Bangkok e do Sudeste Asiático


Salve este post no Pinterest

5 coisas que aprendi em Bangkok, na Tailândia


11 COMENTÁRIOS

  1. Ai que bacana esse post, eu achei Bangkok o lugar mais show que fui na Tailândia. A cidade tem uma essência única e você transmitiu muito disso no seu post.
    Sobre aa fotos só vou falar uma coisa, quero um workshop de fotografia hahahaha
    Bjooooos

    • Estou à disposição pro workshop, Matheus! Avisa quando vier a SP!!! ;)! Eu também adorei Bangkok, só fiquei meio de saco cheio dos programas turistões! Hehehe. Beijo.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Deixe seu comentário!
Digite seu nome