Se você chegou até aqui se perguntando o que mais tem para fazer no Tocantins além do Jalapão, o destino ‘mais falado’ do estado, prepare-se para grandes surpresas!

Em uma viagem recente de 10 dias, exploramos o ‘outro lado do paraíso’ e conhecemos 3 destinos incríveis no estado mais novo do Brasil: a região das Serras Gerais, o Parque Estadual do Cantão e a Ilha do Bananal.

Nossa viagem começou em Palmas, capital do Tocantins. Na primeira parte da expedição, exploramos a região das Serras Gerais, no sudeste do estado. Depois conhecemos o belíssimo Parque Estadual do Cantão, a Ilha do Bananal e a região de Lagoa da Confusão, no extremo oeste tocantinense.

O que fazer no Tocantins: mapa com 3 destinos além do Jalapão

Quem organizou todo o nosso roteiro de 4 dias nas Serras Gerais foi a Seriema Ecoturismo. Graças à parceria da agência com guias locais em cada uma das cidades, pudemos conhecer, com segurança, lugares incríveis.

Durante essa etapa da viagem alugamos um carro com a Unidas através da Rentcars, um comparador online que a gente usa e recomenda. Como a Rentcars é um agregador de ofertas, ela consegue negociar os preços direto com as locadoras, garantindo melhor preço e ótimas condições. Faça já uma cotação grátis!

Para a Ilha do Bananal e Cantão, fizemos os deslocamentos a partir de Palmas e todos os passeios com a CCTreking Adventure, a única agência autorizada a operar nesses destinos.

Quer ir além do Jalapão e conhecer essas maravilhas tocantinenses? Vem comigo!

O que fazer no Tocantins: 3 destinos incríveis além do Jalapão

1. Serras Gerais

Localizadas entre os municípios de Aurora do Tocantins e Taguatinga (sudeste do Estado), as Serras Gerais do Tocantins se estendem por 8 municípios tocantinenses e fazem parte da maior cadeia de serras do Brasil.

O que fazer no Tocantis além do Jalapão: Serras Gera

Com paisagens bem diferentes e lugares impressionantes, essa região é rica em atrativos para todos os gostos. Você pode conhecer cachoeiras incríveis, aproveitar ‘praias doces’, se encantar com lagoas, rios, cânions e cavernas.

Cânion Encantado, em Almas, TO

Além de todas as belezas naturais e atrativos paisagísticos da região, é possível também viajar no tempo de volta ao ciclo do ouro e reviver a história e tradições do Tocantins. Exemplo disso é a cidade de Natividade, berço histórico do estado.

Ruínas históricas em Natividade, berço histórico do Tocantins

E aí? Já se convenceu a incluir as Serras Gerais na sua lista ‘do que fazer no Tocantins’?

» O que fazer nas Serras Gerais

Alguns dos principais destinos das Serras Gerais do Tocantins, são:

  • Natividade
  • Almas
  • Dianópolis
  • Rio da Conceição

Cada uma delas tem características próprias e atrativos diferentes.

Perto de Natividade, no município de Pindorama, fica a Lagoa do Japonês, uma das lagoas mais lindas que já vi. As águas transparentes da lagoa impressionam e atraem turistas de todos os cantos.

Lagoa do Japonês: o que fazer no Tocantins além do Jalapão

Em Almas, um dos destaques da região é o belíssimo e improvável Arco do Sol, que oferece visuais incríveis para onde quer que você olhe, de todos os ângulos.

Arco do Sol em Almas: o que fazer no Tocantins além do Jalapão

Em Dianópolis, a trilha do Vale Encantado surpreende ao se transformar em uma caverna incrível de uma hora para a outra.

Vale Encantado em Dianópolis: o que fazer no Tocantins além do Jalapão

Pra completar, aproveite a vocação para o ecoturismo da pacata Rio da Conceição. A trilha aquática 17 Travessias, criada pela Seriema Ecoturismo é uma das experiências mais divertidas que eu já tive na vida.

Depois de subir, escalar, pular e nadar por 17 quedas, você finalmente chega a essa cachoeira belíssima, uma das cachoeiras mais gostosas e convidativas de toda a viagem.

Cachoeira em Rio da Conceição, Tocantins

E quer saber o melhor de tudo? Esses lugares ainda não foram descobertos pelo turismo de massa. Você se sente em um paraíso particular.

Para conhecer bem essa região das Serras Gerais a partir de Palmas, recomendo alugar um carro (alto) e hospedar-se no Hotel Serra Geral na primeira noite. Depois disso, a Pousada Quintal de Casa, em Rio da Conceição é a pedida certa. Dona Eliene é uma figura daquelas e Rio da Conceição é uma excelente base para conhecer os atrativos da região (com Wi-Fi).


Leia também: Hotel Girassol Plaza – um dos melhores hotéis de Palmas


2. Parque Estadual do Cantão

Com 90.000 hectares de áreas protegidas, o Parque Estadual do Cantão é, sem dúvida nenhuma, um dos destinos imperdíveis na sua lista do ‘que fazer no Tocantins’.

Viajar pelo Cantão é conhecer as maravilhas de 3 grandes biomas brasileiros: Cerrado, Pantanal e Floresta Amazônica às margens dos rios Coco e Araguaia.

Vista aérea do Parque Estadual do Cantão, no Tocantins

As mais de 800 lagoas, que se conectam durante a época das cheias, tornam o Cantão um verdadeiro berçario para várias espécies de peixes, jacarés, tartarugas e outros animais.

» O que fazer no Cantão

A melhor maneira de conhecer o Cantão é fazer um passeio de barco. Você vai se surpreender com a rica biodiversidade dentro e fora d’água. Milhares de pássaros, botos do Araguaia, ariranhas, jacarés e peixes habitam o Cantão.

Parque Estadual do Cantão: o que fazer no Tocantins além do Jalapão

O Cantão é um dos melhores destinos brasileiros para observação de pássaros (birdwatching). Habitam nessa região cerca de 500 espécies de aves, muitas delas específicas dessa região.

A observação de pássaros é hobby sério, eu sei. E exige equipamento apropriado. Mas mesmo sem meu super zoom, entrei no voo e arrisquei alguns cliques.

Observação de pássaros no Parque Estadual do Cantão

É possível também fazer trilhas pelo Parque Estadual do Cantão, que apesar de um pouco ‘abandonado’, reserva boas surpresas para quem escolhe explorá-lo.

Trilha no Parque Estadual do Cantão

A sede do Parque Estadual do Cantão fica em Caseara e a melhor opção de hospedagem na cidade é a Pousada Sonho Meu, ‘quartel general’ da CCTreking Adventure. Os apartamentos de 2 quartos e 1 banheiro são bem grandes e a piscina é recompensa certa para um dia sob o sol.

Posada Sonho Meu em Caseara, Tocantins

Ahh, e tem uma curiosidade bem interessante: uma das temporadas da série Largados e Pelados foi gravada aqui no Cantão e a equipe da produção ficou toda hospedada na pousada. Legal, né?!

3. Ilha do Bananal/Lagoa da Confusão

Conhecer a Ilha do Bananal, a maior ilha fluvial do mundo, com uma área de cerca de 25 mil km² é uma daquelas coisas únicas para fazer no Tocantins.

A ilha está localizada entre dois grandes rios, o Javaés e o Araguaia, e é uma reserva ambiental dividida em Parque IndígenaParque Nacional (do Araguaia). Para visitá-la é preciso de autorização do ICMBio (Instituto Chico Mendes de Biodiversidade) ou da Funai (Fundação Nacional do Índio).

Vista aérea da Ilha do Bananal, no Tocantins

Nosso passeio, organizado pela CCTreking Adventure, teve como base Lagoa da Confusão, um dos municípios turísticos dessa região, que servem como porta de entrada para a Ilha do Bananal e o Parque Nacional do Araguaia.

» O que fazer na Ilha do Bananal/Lagoa da Confusão

Fizemos um safári belíssimo em Lagoa da Confusão e fiquei encantada com a biodiversidade e paisagens.

Nem mesmo a monocultura de milho, soja e arroz, que a cada dia domina mais essa região foi capaz de tirar o brilho e a emoção desse passeio. Presenciar a mistura dos biomas e obervar os animais de pertinho é inesquecível!

Veados durante safari na região de Lagoa da Confusão, no Tocantins

Também atravessamos o rio Javaés em direção à ilha do Bananal para fazer uma rápida visita a aldeia indígena Boto Velho.

Passeio de barco até a Ilha do Bananal no Tocantins

O passeio de barco foi super agradável e a visita à aldeia da etnia Javaé foi uma experiência marcante, mas ao mesmo tempo triste e preocupante. Pudemos ver de perto a situação dessa e certamente de muitas outras aldeias indígenas pelo Brasil, com a cultura indígena cada vez mais perdendo espaço e as casas de adobe tomando o lugar das ocas.

Visita a aldeia indígena da etnia Javaé na Ilha do Bananal, Tocantins

Foi um choque entre expectativa e realidade. Importante para continuarmos na luta pelos direitos indígenas no Brasil.

Tudo começa em Palmas

E aí, curtiu essa lista do que fazer no Tocantins além do Jalapão? Deu vontade de viver todas essas experiências? Não perca tempo e encontre uma promoção de passagem aérea para Palmas, a capital do Tocantins.

Reserve 2 ou 3 dias para conhecer Palmas e tudo o que a cidade oferece, como a Ilha do Canela, as praias do Tocantins (de água doce), a praça dos Girassóis, parque Cesamar e as ótimas opções gastronômicas da capital mais jovem do Brasil!

Nossa dica de hospedagem em Palmas é o ótimo Hotel Girassol Plaza, no Plano Diretor Norte, pertinho da Praça dos Girassóis, centro da cidade.

Piscina do hotel Girassol Plaza em Palmas, TO

Se você tiver um tempinho extra, ainda dá para esticar e curtir as belas cachoeiras de Taquaruçu, a 30 km da cidade.

Tá vendo só? Aposto que você não sabia que tinha tanta coisa assim para fazer no Tocantins. Tem alguma outra dica do que fazer em Palmas ou o Tocantins? Deixe um comentário e conte tudo para nós.

Curta a página do Tô pensando em viajar no FacebookLeia mais dicas do que fazer no Tocantins


Salve estas dicas no Pinterest

Quer saber o que fazer no Tocantins além do Jalapão? Conheça 3 destinos incríveis para se apaixonar: Serras Gerais, Ilha do Bananal e Parque do Cantão


A Seriema Ecoturismo e a CCTrekking Adventure foram nossas parceiras no projeto Tô Pensando no Tocantins. Independente das cortesias e descontos, as opiniões contidas neste texto são pessoais e independentes.


9 COMENTÁRIOS

  1. Demais meninas! Fiquei encantada com as belezas desse estado. Infelizmente ainda não tive a oportunidade de conhecer e sabendo que o turismo de massa ainda não explorou deve ser mais incrível ainda esse destino. Amei as imagens e as dicas 👏👏

  2. Há tempos que estou paquerando as Serras Gerais, aí o Pensando em Viajar vem com Parque Estadual do Cantão e a Ilha do Bananal!!! Pronto! A lista cresceu, rs,,, Obrigada por compartilhar! :)

  3. Eu não fazia ideia que tinha isso tudo para conhecer, confesso que além da Ilha do Bananal e Jalapão eu conheço bem pouco de Tocantins.

  4. Você acha que da para conhecer a região sem guia? Esse lago Japonês conquistou meu coração, já quero ir!!!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Deixe seu comentário!
Digite seu nome