Vim trazer uma boa notícia para os paulistanos: a Yellow, empresa inovadora de soluções de mobilidade urbana individual, conhecida por suas bicicletas amarelas, ampliou a sua área de atuação para ebikes (bicicletas elétricas) e patinetes elétricos em São Paulo!

A nova área de atuação de elétricos acaba de se tornar 7km² maior e passa pelo bairro de Moema e pelo Parque do Ibirapuera. Oba! Agora o perímetro total é de 28km² e a expansão deve continuar!

Além da nova região, os elétricos da Yellow já estão presentes nos seguintes bairros: Brooklin, Chácara Santo Antônio, Pinheiros, Cidade Monções e Vila Madalena.

Yellow expande área de atuação de elétricos em SP!
Foto: Marcio Bruno / Divulgação

Leia mais: As melhores dicas do que fazer em São Paulo


Aluguel de ebikes e patinetes elétricos em São Paulo: como funciona e quanto custa?

Patinetes elétricos da Yellow em SP
Foto: Marcio Bruno / Divulgação

São Paulo é a primeira cidade a receber esse serviço da Yellow no Brasil. Os patinetes elétricos estão na cidade desde agosto de 2018. Já as bicicletas elétricas são uma novidade e estão em uso desde março de 2019.

Os patinetes e bicicletas elétricas estão disponíveis todos os dias da semana das 6 às 22 horas e podem ser encontrados em qualquer um dos 40 pontos privados parceiros. Basta procurar o ponto mais perto de você através do aplicativo da Yellow.

Para destravar o patinete elétrico, o usuário paga uma taxa de R$ 3 + R$ 0,50 a cada minuto de uso. O preço para o desbloqueio é de R$ 5 mais R$ 0,40 a cada minuto de uso.

O pagamento pode ser feito com cartão de crédito ou dinheiro. Sim! Se você não tiver cartão, pode comprar créditos em bancas de jornal e outros estabelecimentos parceiros da empresa pela cidade. O crédito vai aparecer como disponível no aplicativo da Yellow.


Saiba mais detalhes no site oficial da Yellow


Onde deixar as ebikes e patinetes elétricos em SP?

Bicicleta elétrica da Yellow em SP
Foto: Marcio Bruno / Divulgação

Você pode encerrar a corrida dos patinetes elétricos em um dos pontos parceiros ou em qualquer local da área de atuação, mas sem atrapalhar o fluxo de pedestres, hein?!

Já as ebikes devem ser deixadas em local onde o estacionamento de bicicletas seja permitido (paraciclos e vagas comum de veículos, perpendicularmente ao sentido da via).

No final do dia os ‘Guardiões Yellow’ recolhem os equipamentos para recarga, manutenção e limpeza.

Além disso, eles fazem um mapeamento de bicicletas e patinetes e tentam organizá-los e redistribuí-los estrategicamente para melhor o posicionamento dos equipamentos pela cidade.

Segurança

Os patinetes da Yellow possuem buzina, farol noturno, luz indicadora de freio, indicador de velocidade e bateria, freio motor e mecânico. Eles podem circular nas calçadas em velocidade de até 6km/h ou nas ciclovias e ciclofaixas com velocidade máxima de 20km/h.

A velocidade máxima das bicicletas elétricas é de 25 km/h e os equipamentos possuem campainha, sinalização noturna dianteira, traseira e lateral e espelhos retrovisores. O uso de capacete é obrigatório para as bicicletas elétricas. Não se esqueça!

Sobre a Yellow

A Yellow é a primeira empresa no Brasil de compartilhamento de bicicletas em sistema dockless (sem estação para retirada e devolução) liberadas por um aplicativo de celular. A empresa tem certificação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para uma trava inteligente, que opera com bluetooth.

A Yellow foi funcada em junho de 2017 e seu objetivo é revolucionar o transporte por meio da disponibilização de alternativas de transporte. ‘Condução barata e divertida’.

O foco da empresa são as chamadas ‘primeira e última milha’ das viagens urbanas. Assim você pode usar o metrô ou ônibus até as estações e completar a viagem usando uma Yellow.

Gostou da dica de como alugar ebikes e patinetes elétricos em São Paulo?

Já usou algum dos serviços da Yellow? Deixa um comentário e conta pra gente como foi a sua experiência!

+ Dicas de SP


Fonte: Assessoria de imprensa


DEIXE UM COMENTÁRIO

Deixe seu comentário!
Digite seu nome