Fora de Foco | Foto 16

3

Fora de Foco | Foto 16

Rissani, Marrocos, abril de 2014

Depois do oceano existe outro mundo. Um outro que foi nosso também, um outro que sou eu em algum momento, é você. Depois de percorrer os corredores do Mercado de Rissani, no Marrocos sempre procurando, me deparei com essa cena mágica.

Pra criar esta imagem e realçar a mágica do momento, usei uma técnica chamada Dupla Exposição, que consiste em misturar 2 imagens, criando uma terceira híbrida.

Nesse caso utilizei um recurso do meu editor para montar a dupla exposição, mas eu poderia ter feito na câmera também, já que boa parte das dSLRs dispõe desse recurso. A minha 5d mkIII pelo menos tem!

A ideia aqui era produzir uma festa para os sentidos. Você olha pra foto e diz: O que é isso, o que está acontecendo?! É quase como você estivesse presenciando o momento ao vivo, inundado de sensações. Será isso possível?! Pra onde a fotografia te leva?!

Leia também: O incrível mercado de Rissani, no Marrocos

dupla exposição


Continue Acompanhando a Série Fora de Foco!


Por que Fora de Foco?!

O nome Fora de Foco é uma referência a autobiografia do fotógrafo Robert Capa, ‘Ligeiramente Fora de Foco‘. Capa é muito conhecido por seu trabalho como fotógrafo de guerra e é o autor da frase ‘Se sua foto não está boa, é porque você não está perto o suficiente‘, uma grande influência no modo como fotografo.

Ele descrevia suas imagens de guerra como “ligeiramente fora de foco, e um pouco sub-expostas” e assim como a própria guerra, as imagens de um bom fotógrafo têm que ser capazes de transmitir sensações. Medo, angústia, tensão. É isso! A fotografia tem essa incrível capacidade de transmitir sensações e sentimentos através de uma única imagem.

É o que faz da fotografia uma das mais fantásticas formas de expressão artística. Você não acha?!


Você pode seguir o TÔ PENSANDO EM VIAJAR nas redes sociais

FACEBOOK, INSTAGRAM, e TWITTER


Salvar

Salvar

Compartilhe!
Alessandra
ALESSANDRA é viajante, fotógrafa, e bióloga. Largou tudo e ganhou tudo ao mudar de rumo em 2012 depois de defender um doutorado em biologia molecular na USP. Desde então vive, viaja e trabalha com foto e vídeo, sua verdadeira vocação. Ama viajar fora do esquema turistão, e gosta mesmo é de paisagem humana!

3 COMENTÁRIOS

  1. Essa foto é fascinante!!!

    De fato, é impossível olhar para ela e não ficar tentando imaginar o que se passa!
    Daquelas fotos que despertam um milhão de perguntas!

    Parabéns!

    Abraço

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário!
Digite seu nome