Santa Maria Novella

É uma igreja em Florença, Itália, situada transversalmente a estação ferroviária de mesmo nome. Cronologicamente, é a primeira grande Basílica de Florença, e a principal Igreja Dominicana da Cidade. A igreja, o claustro adjacente e a casa capitular contém uma reserva de tesouros artísticos e monumentos funerários. Especialmente os famosos afrescos do período gótico e do início do renascimento. Elas foram financiadas pela generosidade dos grandes famílias de Florença, que assim asseguravam o lugar de suas capelas e solos sagrados. Essa igreja é chamada de Novella (Nova), porque sua construção foi feita no lugar do oratório de Santa Maria delle Vigne, datado do século IX. Quando esse local foi dado a ordem dominicana em 1222, eles decidiram construir uma nova igreja e um claustro adjacente. A igreja foi projetada por dois Frades Dominicanos, Frade Sisto Fiorentino e Frade Ristoro da Campi. A construção começou no meio do século XIII, por volta de 1246 e foi terminada por volta de 1360, sob supervisão do Frade Iacopo Talenti, com a realização do campanário Romano-gótico e a sacristia. Nessa época somente a parte inferior da fachada gótica tinha sido acabada. Sob encomenda de Giovanni di Paolo Rucellai, um comerciante local, Leon Battista Alberti, projetou a parte superior da fachada incrustada em mármore preto e branco. Alberti trouxe os ideais de arquitetura humanista, proporção e detalhamento de inspiração clássica para o projeto, enquanto também criou harmonia com a já existente parte medieval da fachada.