Se você tá pensando em fazer um safári na África do Sul, sua primeira opção certamente é o Kruger Park, ou pelo menos deveria ser. O Kruger National Park é um imenso parque nacional no nordeste da África do Sul, com uma área de quase 2.000.000 hectares e muita, muita vida selvagem. O parque é cercado por diversas reservas particulares, o que torna a escolha de onde ficar no Kruger Park mais difícil ainda, já que existem muitas, mas muitas opções de hospedagem e safári por lá.

Quando comecei a minha pesquisa para a viagem de 10 dias de carro pela África do Sul, surgiram muitas dúvidas. Quais são as melhores opções de hospedagem no Kruger? Preciso ficar dentro do parque? É caro? Será que consigo me hospedar em um daqueles lodges dos sonhos? Vale a pena? Existe alguma opção econômica nas cidades perto do parque?

Esse post vai te dar um panorama geral de onde ficar no Kruger Park. Vou te apresentar as melhores cidades, opções de hospedagem e dessa maneira você vai poder analisar e escolher a opção certa pra você. Vamos lá?!


Leia também: Qual é o melhor seguro viagem para África do Sul


Como chegar no Kruger Peak

A maneira mais rápida de chegar ao Kruger Park é voar até Joanesburgo e de lá pegar outro voo menor até um dos 4 aeroportos da região do parque, nas cidades de Nelspruit, Hoedspruit, Phalaborwa e no acampamento Skukuza, dentro do Kruger.

A partir de um desses aeroportos, você pode chegar até o Kruger Park de duas maneiras: com um transfer do lodge ou hotel onde você vai se hospedar ou alugando um carro e dirigindo por conta própria.

Outra opção é alugar um carro em Joanesburgo e dirigir cerca de 390km até o parque. Foi o que fizemos. Nós usamos o site da Rentcars para pesquisar o melhor preço em várias locadoras, de uma vez só, garantindo o melhor preço e pagando em real, sem iof, em até 12 vezes sem juros. Bom, né?!

A estrada é tranquila e muito boa. Minha única recomendação é percorrer esse caminho durante o dia. Saiba como é dirigir na África do Sul.


Leia também: Como é alugar um carro na África do Sul?


Onde ficar no Kruger Park: dentro ou fora do parque?

Se o foco da sua viagem é fazer safári, quanto mais ‘perto da ação’ você se hospedar, maiores serão as suas chances de ver e fotografar os temidos Big 5: leão, leopardo, rinoceronte, elefante e búfalo.

Você pode se hospedar dentro do Kruger Park, em um dos lodges luxuosos nas reservas privadas adjacentes ao parque ou em opções de hospedagem mais ’em conta’, nas cidades perto dos principais portões do Kruger Park.


Leia também: ‘Safári no Kruger Park – dicas para economizar’


» Opções de hospedagem dentro do Kruger National Park

O Kruger é administrado pela South African National Parks e para se hospedar dentro do parque você deve acessar o site do Kruger, escolher o lugar onde você quer se hospedar, o tipo de hospedagem, e usar o seu cartão de crédito para pagar as diárias de hospedagem e taxas do parque.

Você pode escolher entre os 12 Main Rest Camps do Kruger, áreas cercadas dentro do parque, que parecem verdadeiras cidades e oferecem uma ótima estrutura de restaurantes, lojinhas, posto de gasolina e até lavanderia.

Os Bushveld Camps, (alojamentos em locais mais remotos), Overnight Hides (espaços que de dia servem para visualização de animais, de noite se transformam em ‘esconderijos’ para os mais corajosos) e os Bush Lodges, menos, ou mais luxuosos, como, por exemplo:

Os rest camps da região sul do Kruger, como o Skukuza, por exemplo, são os mais populares, já que essa região é chamada de ‘Grande Circo’, pela grande quantidade de animais e turistas por ali. Os rest camps do norte são mais selvagens e mais vazios. Você pode escolher o que é melhor para você.

Uma boa dica para quem quer se hospedar dentro do parque é fazer a reserva com antecedência, já que as vagas para os melhores camping sites dentro do Kruger se esgotam com meses de antecedência. Não vai dar mole, né?

» Os melhores lodges no Greater Kruger Park

Outra excelente opção de onde ficar no Kruger Park é hospedar-se em um lodge em uma das reservas adjacentes ao parque, na região chamada de Greater Kruger.

A grande diferença é que dentro do Kruger só é permitido circular nas estradas delimitadas. Já nas reservas privadas os veículos de safári podem fazer off road e ir onde bem quiserem. Mais adrenalina, né?!

Onde ficar no Kruger Park, na África do Sul

Não é a opção mais barata, mas com certeza é uma experiência e tanto! A maioria dos lodges funciona em um sistema all inclusive, com diárias que incluem todas as refeições e 2 game drives por dia.

Leia também: 16 lodges incríveis no Kruger Park, África do Sul

Nossa escolha foi o excelente e mega exclusivo Makumu Private Game Lodge, um lodge sem cercas, com apenas 3 suítes, na Klaserie Private Nature Reserve, parte do Greater Kruger Park. E foi uma experiência e tanto!


Leia mais sobre o Makumu Private Game Lodge, experiência única na África do Sul


Outras reservas privadas próximas ao Kruger Park, são:

Essas reservas geralmente oferecem uma ou mais opções de lodges aos visitantes. Os preços e o ‘nível de luxo’ variam de uma para a outra. Defina seu orçamento e faça uma pesquisa no Booking.com para encontrar o melhor lodge para o seu safári no Kruger com desconto!

Além do melhor preço garantido você ainda conta com cancelamento gratuito na maioria das reservas e serviço de apoio ao cliente em português. Vantagens da maior plataforma de reserva de hospedagem do mundo. A gente usa e recomenda!

Tá difícil de escolher?! Vou te dar uma ajudinha: comece a sua pesquisa por esses:

» Opções de hospedagem fora do Kruger Park

Seu orçamento está apertado? Não tem problema! Hospedar-se fora do Kruger Park pode ser uma das maneiras de economizar durante sua viagem, já que as opções de hospedagem nas cidades perto dos principais portões do parque são mais em conta, ou pelo menos oferecem melhor custo-benefício.

Uma das desvantagens é que você tem que dirigir até lá e voltar, respeitando os horários de entrada e saída do parque. E não tem conversa. Passou do horário, é multa.

Se a a sua prioridade é economizar, você pode procurar opções de hospedagem nas seguintes cidades: Nelspruit, White River, Hazyview, Hoedspruit, Malelane, Marloth Park e Phalaborwa (no norte do Kruger).

Veja todas as opções marcadas no mapa no fim do post.

📍Onde ficar em Hazyview

Hazyview é, provavelmente, uma das melhores opções de onde ficar no Kruger Park. A cidade fica a somente 14km de distância do Phabeni Gate, 17km do Numbi Gate e 44km do Paul Kruger Gate.

A cidade fica em uma posição super estratégica tanto para curtir o Kruger, quanto para conhecera belíssima Rota Panorâmica. Recomendo!

Onde ficar no Kruger Park, na África do Sul

Se você quiser se hospedar próximo ao centro de Hazyview, boas opções são: Hotel Numbi & Garden Suites (★ 7.4), Kruger Park Lodge (★ 8.8) e Perry’s Bridge Hollow Boutique Hotel (★ 9.0).

Se preferir se hospedar em um clima mais natureza, existem ótimas opções de hospedagem localizadas na R536, estrada para Sabie (a cidade das cachoeiras), como o luxuoso Summerfields Rose Retreat and Spa (★ 9.2).

Opções mais econômicas são: Tanamera Lodge (★ 9.2), Timamoon Lodge (★ 9.5), Bambuu Lakeside Lodge (★ 9.4) e Bush Baby Glen (★ 8.6). Todas com boa localização e excelentes avaliações.


Encontre outras opções de hospedagem em Hazyview com desconto


📍Onde ficar em Hoedspruit

Hoedspruit é outra excelente opção de onde ficar no Kruger. A cidade é fica a 32km do Orpen Gate e se você escolher se hospedar aqui, não perca por nada o excelente passeio de barco pelo Blyde River Canynon. É imperdível!

Onde ficar no Kruger Park, na África do Sul

Em Hoedspruit, uma excelente opção de hospedagem é o Unembeza Boutique Lodge (★ 9.6). O lodge fica dentro de uma reserva privada, recebe muitos brasileiros e foi a nossa escolha na cidade. É uma ótima opção para casais e para grupos de amigos. Recomendamos muito!

Leia mais sobre nossa experiência no Unembeza Boutique Lodge.

Onde ficar no Kruger Park, na África do Sul

Outras opções de hospedagem super bem avaliadas próximas ao centro da cidade, são: African Rock Lodge (★ 9.6), eKhaya Bush Villa (★ 9.7) e Bushbaby River Lodge (★ 9.8).


Encontre outras ofertas de hospedagem em Hoedspruit


📍Onde ficar em Nelspruit

Nelspruit é uma das maiores cidades da região e fica a 67km do Malelane Gate, na parte sul do Kruger. A cidade oferece muitas opções de hospedagem e ótimos restaurantes e shoppings centers.

Nós escolhemos nos hospedar no Birds Babble em Nelspruit (★ 9.6). Você aluga uma casa toda para você, sua família ou grupo de amigos e conta com toda a estrutura que você precisa para fazer suas próprias refeições, churrasco e até piscina. Já pensou que delícia passar uma temporada por aqui?!

Onde ficar no Kruger Park, na África do Sul

Leia mais sobre a nossa experiência no Birds Babble, em Nelspruit.

Outras opções de hospedagem em Nelspruit, são: La Villa Vita (★ 8.8), The Cycad Lodge & Chalets (★ 8.3), Chill Pepper Boutique Hotel (★ 8.6) e Eco Eden Bush Lodge (★ 8.6), uma opção mais afastada da cidade.

Uma opção bem comum de hospedagem na África do Sul são as guest houses, que são ‘pousadas’ no estilo bed and breakfast, com um precinho bem legal. Encontre tarifas com desconto para os ótimos Zebrina Guest House (★ 8.5), Torburnlea B&B (★ 9.8) e Sheppard Boutique Guest House (★ 9.1).


Encontre outras ofertas de hospedagem em Nelspruit


📍Onde ficar em White River

White River é uma pequena cidade que fica entre Nelspruit e Hazyview e fica a 37km do Numbi Gate.

Opções econômicas de hospedagem em White River, são: Thokozani Lodge (★ 9.2), Ku de Taa B&B (★ 8.8) e Ambience Inn (★ 9.7).

Os belos Casterbridge Hollow Boutique Hotel (★ 8.9) e Country Boutique Hotel (★ 8.8) também são ótimas opções, assim como o Muluwa Lodge (★ 9.2), que fica a 10 minutos do Aeroporto Internacional Kruger/Mpumalanga (KMIA) e oferece vista panorâmica dos vales e das montanhas.


Encontre outras ofertas de hospedagem em White River


📍Malelane e Marloth Park

Malelane e Marloth Park não são cidades com tanta estrutura quanto as que citei até agora, mas estão bem próximas ao portões Malelane e Crocodile Bridge, na parte sul do Kruger. Você vai encontrar opções de hospedagem com bons preços nessa região, bem como em Komatipoort, quase na fronteira com Moçambique.

Em Malenane, fique de olho nas ofertas: Hhusha Hhusha (★ 9.5), a apenas 6km do portão Malelane, Kambaku River Lodge (★ 9.8), com transfer de e para o aeroporto e Rockvale Ridge Lodge (★ 9.4).

Em Marloth Park, pesquise tarifas com desconto no campeão de vendas Jackalberry Ridge (★ 9.3), Crocodile Kruger Safari Lodge (★ 8.5), La Kruger Lifestnofollow yle Lodge (★ 8.9) e Grand Kruger Lodge and Spa (★ 8.2).

📍Onde ficar em Phalaborwa

Phalaborwa é uma ótima opção de onde ficar no Kruger para os aventureiros, que querem experimentar uma aventura mais selvagem. Como eu já te contei, a parte norte do parque é mais vazia e selvagem e aqui você pode experimentar o verdadeiro clima de safári sem as multidões.

Opções de hospedagem bem avaliadas por aqui, são: Bushveld Terrace – Hotel on Kruger (★ 8.2), Normann Safari Bush Lodge (★ 8.3), com ótimo preço, Kaia Tani Exclusive Guesthouse (★ 9.2) e Sefapane Lodge and Safaris (★ 8.4).


Encontre outras ofertas de hospedagem em Phalaborwa


Não se esqueça do seguro viagem, hein?

Se você está se preparando para uma viagem como essa, é essencial contratar um seguro viagem. O Brasil não tem acordo de saúde pública com a África do Sul e se você precisar de qualquer atendimento médico, vai ter que pagar. Só pra você saber, um dia de internação em um hospital na África do Sul pode custar 631 dólares. Já pensou? Melhor investir bem menos e garantir assistência em caso de emergência ou acidente durante todo o período da sua viagem, né?

Uma boa dica para contratar o melhor seguro viagem para você e ainda economizar uma graninha, é usar um comparador online, como a Seguros Promo ou Real Seguros. Em ambos os casos você pode comparar planos de seguradoras diferentes – e confiáveis – em uma única plataforma, simples e fácil de usar, garantindo o melhor preço, com pagamento em até 6 vezes sem juros no cartão de crédito ou desconto no boleto.

Contratando seu seguro através do site da Seguros Promo, você ainda ganha 5% de desconto com o código TOPENSANDO05. Aproveite e faça uma cotação grátis!


Leia também: Qual é o melhor seguro viagem para África do Sul


Onde ficar no Kruger Park | No Mapa

Tô pensando na África do Sul

A viagem de 10 dias de carro pela África do Sul foi um projeto independente, 100% idealizado e realizado pelo Tô Pensando em Viajar. Contamos com parceiros incríveis que chegaram pra somar!

Onde ficar no Kruger Park, na África do Sul

Leia mais sobre a África do Sul


Salve essas dicas no Pinterest

Quer fazer um safári na África do Sul e está procurando dicas de onde ficar no Kruger Park? Esse post é para você! Encontre as melhores cidades e opções de hospedagem no Kruger Park, um dos principais destinos de safári do país. Dicas e opções para todos os gostos e bolsos viajantes.


Gostou das dicas?

Use nossos links de afiliados para contratar seguro viagem, reservar hotel e alugar um carro. Assim você ajuda o Tô Pensando em Viajar a se manter e não paga nada mais por isso!


Você pode seguir o TÔ PENSANDO EM VIAJAR nas redes sociais

FACEBOOK, INSTAGRAM, e TWITTER


12 COMENTÁRIOS

  1. Oi alessandra,

    estou indo no inicio de 2019 pra africa do sul, mas já estou tentando organizar a viagem. Quero me hospedar dentro do park pra poder fazer os safáris a noite e fazer o off road, isso só da pra fazer se hospedando em um dos 12 Main Rest Camps ou tambem é permitido se estivermos no greater kruger park nesses lodges indicados?!
    Estava pensando em passar apenas 1 noite em Joanesb. chegando bem pela manha pra conhecer a cidade masi superficialmente, depois ir pra o kruger e passar 3 noite la e de lá, ir pra cape town para mais umas 5 – 6 noites indo pra areas vizinhas que tem viniculas etc. Foi chegou a ir por esse lado?

    Obrigada

    • oi Daniella, off road só é permitido nas reservas privadas dentro do Kruger Park. Mesmo que você se hospede em um dos rest camps do parque não será possível fazer o off road. Infelizmente ainda não conheço Cape Town! Obrigada pela visita e comentário!

  2. Olá Alessandra!
    Que sorte ter encontrado suas dicas! Estou começando a pesquisar para desenhar um roteiro de cerca de 20 dias na A.S. em dezembro.
    Pergunta, vi pelo texto que você ficou em mais de uma cidade durante o período de visita ao Kruger. Eu havia imaginado ficar 3/4 dias somente na área e aí pegar um vôo para fazer o litoral a partir de Port Elizabeth. É pouco esse tempo para o Kruger? Digamos que eu fique realmente com esses dias imaginados. Qual seria o portão / área mais recomendado na sua opinião?
    Obrigada!!
    Patrícia

    • Oi Patricia, tudo bem?! Que viagem, hein?! Somos apaixonadas pela África do Sul, e tenho certeza que você vai AMAR! Eu acho que 3/4 dias está bom sim. O Kruger é bem grande, e geralmente as pessoas optam pela região sul ou central do parque, já que a região norte é mais selvagem. Se eu fosse você, me deslocaria durante o dia, de um acampamento para o outro, para não ter que voltar, sabe?! Você pode começar pelo sul e ir subindo até a região central. Neste post você poderá ver o mapa certinho, portões e outros dicas. Obrigada pela visita e comentário e estou à disposição para o que você precisar. Abraços.

  3. Bom dia Alessandra,
    Li seus relatos sobre a Africa do Sul e preciso muito agradecer a disponibilidade em partilhar suas dicas e experiências. Para quem gosta de conhecer o mundo de forma independente, relatos assim são essenciais na organização de uma viagem.
    Gostaria de tirar 3 dúvidas com você e ficaria muito feliz se puder me ajudar.
    1 – Estarei na Africa entre os dias 18 e 26 de setembro. Reservei minha hospedagem no Skukuza entre os dias 19 e 24. Pensei em alugar um carro no aeroporto de Jo’burg e, ao subir para o Kruger, conhecer Blyde River Canyon. Teria então, um dia inteiro e a manhã do dia seguinte para isso. Você acha viável? Dá para, de repente, com um dia inteiro e uma manhã fazer a Rota Panorâmica para depois chegar no Kruger?
    2- Sem dominar o inglês, consigo alugar um carro no aeroporto, considerando que é uma situação tão específica e burocrática? (rs)
    3 – Terei um dia inteiro para conhecer Jo’burg na minha volta do Kruger, o que você acha imprescindível conhecer para “sentir” a cidade?
    Agradeço, de verdade, sua atenção.

    • oi Camila, tudo bem?! Fico feliz em poder ajudar outros viajantes a explorar um país tão maravilhoso quanto a África do Sul. Em relação às suas dúvidas, vamos lá:

      1. Eu acho super possível, dependendo da hora que você chega em Joburg. Fizemos isso e apesar de achar que foi tudo correria, deu pra ver muita coisa. Publiquei um guia sobre a Rota Panorâmica com todas as dicas que você vai precisar para aproveitar ao máximo esse lugar maravilhoso.

      2. Acho que consegue sim. Minha dica é alugar o carro através da RentCars, já que o atendimento deles é em português para qualquer eventualidade. Você também não paga iof e pode até dividir o valor. Aluguel de carro não tem muito segredo. Você vai chegar lá, mostrar sua reserva, apresentar seu passaporte, carteira de motorista e cartão de crédito para depósito de segurança.

      3. Eu visitaria o Museu do Apartheid e Soweto. O ônibus de dois andares também é bastante prático, já que você passa por diversos pontos interessantes na cidade. Você pode conferir mais no post: O que fazer em Joanesburgo e 7 experiências inesquecíveis em Soweto.

      Lembrando que se você curtiu as dicas, pode usar nossos links para alugar o carro, reservar hotel e comprar seguro viagem com até 10% de desconto. Abração e ótima viagem pra você. ;)

  4. Oi, tudo bem?
    ótimas dicas e bem organizado. amei as fotos.
    vamos agora em outubro pro Kruger, alugaremos um carro em Johannesburgo. Provavelmente vamos optar por ficar em Hoedspruit, por ser mais em conta. Minha dúvida é, ficando fora do parque em Hoedspruit adquirimos os game drivers no próprio hotel? Vc tem alguma indicação de agencia e custo?

    Outra dúvida, existe a opção de fazer o safari dentro do parque kruger pagando a entrada e com o nosso carro alugado, certo? Já que as estradas sao delimitadas, seria isso? E fora do parque para ter mais adrenalina é que teríamos que contratar os game drivers?

    Agradeço muito a atenção.

    • Oi Anaryá, tudo bem?! Pagando a taxa no Kruger você pode fazer o self drive com seu carro mesmo. Dentro do parque não é permitido offroad, nem por carros particulares, nem por empresas de tour. Todos usam as mesmas estradas. Para fazer offroad só nas reservas privadas. Espero ter ajudado. Boa viagem!

  5. Olá!

    Então, vi suas dicas, inclusive outros sites de viagem falam sobre o site rentcars.com para efeitos de aluguel de veículos. Porém eu andei fazendo várias pesquisas, e constatei que no site da empresa oficial (como Hertz, Europcar), os aluguéis são bem mais baixos que nesse site Rentcars. Por acaso vc sabe o porquê disso?

    • oi Elias, tudo bem?! Na Rentcars você paga menos ou o mesmo valor do site das companhias. A diferença que você está vendo nos valores pode ser pelo fato de que alguns sites não incluem logo na primeira tela o valor do seguro do carro. O valor do seguro é adicionado apenas quando você vai pagar. Na Rentcars ele já está incluso desde a primeira tela.

      Outra questão é que a Rentcars oferece a possibilidade de pagamento em real, sem iof, dividido no cartão de crédito. As opções com pagamento online costumam sim ter um valor maior. Vai da sua escolha. Eu prefiro usar a Rentcars por conta do suporte e confiança que tenho na empresa. Espero ter ajudado. Abraços e boa viagem.

  6. Estou pensando em ir para África do Sul com minha esposa e filho de 12 anos no dia 20 de julho próximo, vc poderia me responder algumas dúvidas? Vou ficar uns 4 ou 5 dias em Joanesburgo hospedado em um hotel e pretendo alugar um carro para ir até o parque kruger, o orçamento não é muito alto, pelo que li não é tão desvantajoso de hospedar nas cidades próximas dos portões do parque, creio que será minha opção. Não li a questão das taxas de entrada no parque, as taxas são contadas diariamente? Vc sabe o valor? É por pesssoa ou por veículo? Caso me hóspede dentro do parque tenho que pagar mais ou menos taxas? Essas taxas são em dinheiro? Sabe dizer se posso levar reais ou tem que ser dólar? Obrigado . Se puder responder me ajudaria muito. Obrigado mais uma vez.

    • oi Helio, tudo bem?! Vocês vão adorar a África do Sul. É um país cheio de história e belezas naturais. Vai ser um aprendizado e tanto para o seu filho.

      Em relação as suas perguntas, vamos lá: as taxas de entrada no parque são cobradas diariamente, por pessoa e mesmo que você se hospede dentro do Kruger, vai ter que pagar essa taxa, que custa aproximadamente R$82 para adultos e R$41 para crianças (valores válidos até outubro de 2018). Pagamos em dinheiro, mas acredito que eles aceitem pagamento com cartão de crédito. Você pode ler mais dicas sobre safári no Kruger nesse post.

      Em relação ao dinheiro, eu levei dólares e troquei por Rands no próprio aeroporto de Joanesburgo.

      É bom lembrar que se você curtiu as dicas, pode usar nossos links de para conseguir ótimos preços e muitos descontos em aluguel de carro, hospedagem e seguro viagem. Abração e estamos à disposição. Obrigada pela visita! ;)

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário!
Digite seu nome