Fora de Foco | Foto 1 e Apresentação

14

Já faz tempo que ensaio começar um novo espaço aqui no Tô Pensando em Viajar pra falar mais sobre fotografia, um assunto que respiro até em sonho, e que praticamente toma conta da minha vida.

Fora de Foco

Vamos falar de fotografia?!

Como tudo na vida é inspiração…

Alguns blogs que eu curto bastante como o Territórios, o Nerds Viajantes, e o RêVivendo Viagens publicam semanalmente, ou mensalmente, artigos falando mais sobre suas fotos pelo mundo, e pensando em criar algo nessa linha me veio logo à cabeça a ideia de apresentar pra vocês o Fora de Foco, um espaço reservado pras minhas loucuras fotográficas, pra pirações mesmo. Vamos sair da caixinha e pensar a fotografia de uma maneira diferente.

fora-de-foco-head

Por que Fora de Foco?!

O nome é uma referência ao livro ‘Ligeiramente Fora de Foco‘, excelente autobiografia do fotógrafo húngaro Robert Capa, que durante muito tempo foi meu livro de cabeceira.

Capa é muito famoso por seu trabalho como fotógrafo de guerra, e por ter sido o fundador da Agência Magnum ao lado de Cartier-Bresson e David Seymour. Ele é o autor da célebre frase ‘Se sua foto não está boa, é porque você não está perto o suficiente‘, uma grande influência no modo como eu vejo a fotografia, e como fotografo.

Ele descrevia suas imagens de guerra como “ligeiramente fora de foco, e um pouco sub-expostas”, e assim como a própria guerra, as imagens de um bom fotógrafo têm que ser capazes de transmitir sensações. Medo, angústia, tensão.

É isso! A fotografia tem essa incrível capacidade de transmitir sensações e sentimentos através de uma única imagem, é o que faz da fotografia uma das mais fantásticas formas de expressão artística.

Como a fotografia surgiu na minha vida

Sempre fotografei. Na faculdade eu era a ‘fotógrafa oficial’ da turma, e já registrava os eventos com minha super webcam, que produzia fotos incríveis do tamanho da foto de perfil do Facebook, ou menor. Com o passar dos anos, a fotografia foi tomando cada vez mais espaço nos meus dias, até que me mudei pra São Paulo, e descobri a fotografia de palco, uma paixão que mudaria pra sempre meu caminho.

Desde 2012, depois que defendi um doutorado em biologia molecular na USPcoloquei o link da minha tese, só pra você não dizer que estou mentindo -, larguei a carreira acadêmica pra me dedicar às imagens, minha verdadeira vocação.

Com o Tô Pensando em Viajar, consegui finalmente unir duas grandes paixões, a fotografia e o mundo! :)


Ps. Prometo que vou falar menos na próxima…


Fora de Foco | Foto 1

Veneza, agosto de 2013.

Pulei da cama às 4:30 da manhã, praticamente vestida, ansiosa para explorar uma Veneza diferente. Chegamos à Ponte do Rialto – meu lugar preferido em Veneza – assim que o Sol apareceu, e seguimos até uma feira livre ali pertinho. Foi quando percebi essa cena. Um misto de solidão e poesia fazem os elementos dessa imagem se combinarem. Quem é esse sujeito?! Por que ele está só?! E os outros?! Podemos ver sinais de outras pessoas, mas não as vemos. Está tudo fechado. Ele me olha e eu o olho. Por um momento nossos mundos se cruzam. Somos únicos, e um.

fora-de-foco-01-original


Continue Acompanhando Fora de Foco!



Você pode seguir o TÔ PENSANDO EM VIAJAR nas redes sociais

FACEBOOK, INSTAGRAM  e TWITTER

Salvar

Salvar

Compartilhar
Alessandra Fratus
Viajante, fotógrafa, e bióloga. Largou tudo e ganhou tudo ao mudar de rumo em 2012 depois de defender um doutorado em biologia molecular na USP. Desde então vive, viaja e trabalha com foto e vídeo, sua verdadeira vocação. Ama viajar fora do esquema turistão e gosta mesmo é de paisagem humana!

14 COMENTÁRIOS

  1. Adorei a proposta! Só não faço, ainda, porque preciso estudar fotografia… Também me senti assim numa madrugada em Paris. É especial como as cidades geralmente lotadas se transformam pouco antes do amanhecer. Mas tem que ter olhar, e ele a gente educa muito nas viagens, não é?

  2. Eu amo fotografia e diferentes olhares! Parabéns pela iniciativa e obrigada por compartilhar um pouco mais das tuas imagens conosco! Sou fã e não vou cansar de repetir! Bjs

  3. Alê, já foi suficiente para me transformar na sua fã número 1 e para voltar, voltar e voltar sempre aqui, nesse espaço lindo. Seus questionamentos são muito parecidos com os meus, com esse olhar para aquilo que as pessoas parecem não ver, não perceber. Sabe que considero isso poesia? É a poesia do olhar, que abre mão das palavras e se mostra no que os sentidos captam. Apaixonada pelo seu novo projeto. Sucesso, querida. BjO!!!!

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário!
Digite seu nome