Visitar a casa de Pierre Verger em Salvador, sede da Fundação Pierre Verger é um dos meus programas favoritos na cidade. Estar no ambiente que Pierre Verger viveu por mais de 30 anos é uma verdadeira fonte de inspiração pro meu ‘não tão jovem ser fotográfico‘.

Quem foi Pierre Verger, o fotógrafo viajante

Pierre Verger. Pierre Fatumbi Verger, o francês mais baiano de todos. Um dos fotógrafos mais geniais que já pisaram na Terra. Meu fotógrafo favorito.

pierre-verger-auto
Auto retrato de Pierre Verger

O fotógrafo viajante Pierre Verger começou a fotografar aos 30 anos, depois de perder a mãe. Viajou pelos quatro continentes com sua inseparável Rolleiflex, conheceu inúmeras culturas em países como Taiti, Japão, China, Estados Unidos, Índia, México, Sudão, Mali, Argentina, Guatemala, Bolívia, e foi assim que veio parar no Brasil.

E parou mesmo, apaixonado pela cidade, Verger ise apaixonou quase que instantaneamente por Salvador, pela Bahia. Quem nunca?!

Pierre Verger e a Bahia

Pierre Verger viveu a maior parte de sua vida em Salvador, e se envolveu profundamente com a cultura afro-baiana.

Estudou profundamente as raízes africanas da cultura baiana, principalmente aquelas ligadas ao Benin, país da África Ocidental onde foi iniciado como babalaô na religião dos povos ‘iorubás’, recebendo o nome de Fatumbi (‘nascido de novo graças ao Ifá’). Nome que carregou por toda a sua vida.


Leia também: O que fazer em Salvador: as melhores dicas da capital baiana


Pierre Fatumbi Verger: Um mensageiro entre dois mundos

Se você nunca ouviu falar no Pierre Verger, ou conhece pouco de sua história, recomendo o lindíssimo documentário Pierre Fatumbi Verger: Um mensageiro entre dois mundos, narrado e apresentado por Gilberto Gil, com trilha sonora de Naná Vasconcelos e direção de Luiz Buarque de Hollanda. É um filme emocionante, você vai ver!

Visita à Fundação Pierre Verger e Espaço Cultural Comunitário

Aproveite uma visita a Salvador pra conhecer a sede da Fundação Pierre Verger no bairro de Engenho Velho de Brotas, pertinho do Dique do Tororó. Lá você vai poder visitar o espaço cultural comunitário, o Memorial Pierre Verger, ter acesso ao acervo fotográfico do Verger, além de poder consultar o acervo pessoal do fotógrafo. Só de falar já me emociono!

» Memorial Pierre Verger

Pierre Verger viveu nessa casa vermelha por mais de 30 anos. O Memorial Pierre Verger foi criado pra mostrar como era a vida de Verger, como ele vivia. É emocionante entrar no quarto dele e ver tudo como ele deixou, seus objetos pessoais, de fé. Pra mim, que sou uma profunda admiradora da obra e pesquisa de Verger foi arrepiante. Pena que as fotografias são proibidas. Aliás, como você pôde perceber, esse post fala de fotografia, mas não é nada fotográfico.

visitar-casa-pierre-verger

» Acesso ao acervo fotográfico de Pierre Verger

Você também pode acessar a fototeca online da Fundação Pierre Verger, com mais de 6.000 imagens feitas pelo fotógrafo, e que representam só 10% de sua obra. Essa fototeca é classificada por posição geográfica e por tema. Você pode, inclusive comprar ampliações originais. Meu sonho! Além disso, eles disponibilizam uma lista detalhada de todas as exposições sobre a obra de Pierre Verger.

» Acesso ao acervo pessoal de Pierre Verger

Uma das preocupações de Pierre Verger em seus últimos anos de vida era que sua obra e pesquisas ficassem disponíveis pra quem se interessasse por elas. Ele mesmo classificou e organizou seu acervo, e você pode acessá-lo. O acervo está dividido em três grandes temas: O fotógrafo. O pesquisador. Artes e Museus.

» Horário de funcionamento da Fundação Pierre Verger

A Fundação funciona de segunda a sexta, das  8h às 12h e das 13h às 18h. A Biblioteca fica aberta das 8h às 12h e as visitas também acontecem neste horário. A consulta acervo fotográfico e pesssoal de Pierre Verger somente pide ser feita com agendamento

» Onde fica a Fundação Pierre Verger e Espaço Cultural Comunitário

O endereço da Fundação é 2ª Travessa da Ladeira da Vila América, 6. Engenho Velho de Brotas

Galeria da Fundação Pierre Verger, no Pelourinho

Se você não tiver tempo pra visitar a sede da Fundação, pode visitar a Galeria da Fundação Pierre Vergerno Pelourinho, entre a Praça Municipal (Elevador Lacerda) e a Praça da Sé (entrada do Pelourinho), em frente à Igreja da Misericórdia, de segunda a sábado, das 8 às 19 horas.

Leia mais dicas da Bahia

12 COMENTÁRIOS

  1. Não conhecia Pierre Verger, fiquei bastante curiosa para saber mais sobre a vida e obra deste fotógrafo, acho sempre emocionante histórias de vida de pessoas que se reinventam. Pena não deixarem fotografar.
    Beijos

  2. Que interessante, não conhecia a história de Pierre. E obrigada pela dica do documentário, ainda não assisti, vou verificar aqui se consigo assistir em algum site (grátis, pois não tenho Netflix rs).

    Abraços :)

  3. Já estive em Salvador, já faz algum tempo, mas nunca tinha ouvido falar deste memorial. Nossa, gostei muito e adorei as dicas. Parabéns pelo post, pelas fotos, pelas informações. Com certeza, vou colocar na lista para a próxima passada por Salvador. Obrigada!

  4. Pronto, já sei o que vou fazer em Salvador, na visitinha relâmpago da próxima semana. Vc acredita que eu, sendo de lá, ainda não visitei a casa de Verger? Valeu a dica. Bjo

DEIXE UM COMENTÁRIO

Deixe seu comentário!
Digite seu nome