Fès, a cidade imperial do Marrocos

12

Nosso segundo destino da viagem de carro pelo Marrocos foi a cidade imperial de Fès é o coração espiritual do Marrocos. É a cidade mais antiga do país, e terceira mais importante cidade islâmica. Dentro das muralhas da sua medina, Fès El Bali – em bom e velho português, Fès Antiga – encontra-se a maior cidade medieval intacta do mundo, com quase 10.000 ruas estreitas e becos repletos de pessoas, música, cores, e cheiros.

Menino e bota, Fès El-Bali, Marrocos

Fès, a Cidade Imperial do Marrocos

Fès ou Fèz

A primeira pergunta que me fiz, foi: Fès ou Fèz?! Os franceses escrevem ‘Fès’, e os americanos ‘Fèz’. Vamos usar Fès pela enorme influência francesa, ainda nos dias de hoje muito presente em todo o Marrocos.

Nossa Experiência em Fès

Nossa ideia era explorar ao máximo a medina, e como só tínhamos 1 dia inteiro reservado pra isso, resolvemos contratar um guia para nos mostrar os principais pontos deste imenso labirinto, o que super recomendo, apesar de cair sempre na mesma historinha de: Vamos entrar na loja disso, na loja daquilo.

Medina de Fès no Marrocos

Onde se Hospedar em Fès

Dormimos 2 noites no Ibis Fès, fora da medina, bem ao lado da estação de trem. Como estávamos de carro, achamos mais prudente reservar um hotel onde o estacionamento não fosse o problema. Foi o pessoal do Ibis que nos recomendou o Said, nascido e criado na medina.

É bom saber também que o Serviço Oficial de Guias em Fès é tabelado, e que existem duas opções:

  • Dia Inteiro: 400 DHM (preço de abril de 2014). Inclui visitas: Mellah, túmulos Merenid, cooperativa e medina)
  • Meio Dia: 200 DHM (preço de abril de 2014), que inclui apenas visita a medina.

Outras opções de hospedagem na cidade, são: Riad Fes Maya Suite & SpaDar SeffarineDar BorjAlgilà FèsFes Marriott Hotel Jnan Palace.


Encontre todas as ofertas de hospedagem em Fès!!


Viaje [email protected]! Não se esqueça do seguro viagem

Se você tá pensando em viajar para o Marrocos, é essencial que você contrate um seguro viagem. É a sua garantia em caso de algum acidente ou emergência. E digo mais, depois de uma experiência recente de cancelamento de viagem de última hora, a gente sempre contrata o seguro viagem assim que compramos as passagens, já que alguns seguros oferecem reembolso de reservas de hotéis e passagens aéreas em caso de impossibilidade de viajar.

Nossa dica é usar o site da Segurospromo, para comparar planos variados, de vários seguradoras em uma só plataforma simples e fácil de usar, com pagamento no cartão de crédito em até 12 vezes ou com desconto no boleto! Aproveite a oportunidade e compre seguro viagem com 5% de desconto usando o código TOPENSANDO05 durante sua compra no compra no site

Viajar de Carro Pelo Marrocos

A visita a Fès fez parte de um roteiro de 10 Dias de Carro pelo Marrocos. Viajar de maneira independente por um país como o Marrocos é uma experiência inesquecível e mesmo com todos os perrengues – sim, o pneu pode furar 1, 2, 3 vezes – vale muito, muito a pena mesmo!!


Leia+: Viagem para o Marrocos: tudo o que você precisa saber


A História de Fès

Em 786, Idriss Ben Abdallah Ben Hassan Ben Ali, um dos descendentes de Maomé chegou ao Marrocos. Ele tornou-se Moulay Idriss e foi rapidamente aceito pela população berbere local como seu líder espiritual, ou imã. Foi o fundador da cidade de Fès.

Seu filho Idriss II expandiu a cidade, incentivado por duas fortes ondas de migrações: Os refugiados muçulmanos fugindo da reconquista espanhola, e imigrantes judeus da Tunísia. Fès passou a ser a Bagdad do Ocidente.

Fès el-Bali, Marrocos

A cidade foi declarada como Patrimônio Histórico pelos franceses, o que a salvou, mas quando transferiram a capital para Rabat, Fès acabou se tornando atração turística.

O Que Ver em 1 Dia em Fès

1. Mellah

Começamos o dia no Mellah, antigo bairro judeu da cidade de Fès.

Mellah, Fès, Marrocos

A palavra Mellah vem do árabe ‘melh’, que significa sal, produto muito comercializado pelos judeus. As casas são tipicamente hebraicas, com sacadas viradas para a rua e um comércio bem barulhento é a característica deste canto da cidade.

Mellah, Fès, Marrocos

Homens conduzem carroças e motocicletas lotadas de frutas, doces, tudo que você pode imaginar! É uma ótima introdução ao caos da medina.

Fès, Marrocos

2. Palácio Dar el-Makhzen

Aproveitamos também para visitar o exterior do palácio Palácio Dar el-Makhzen, que ainda é usado pela família real marroquina, e tem sua fachada decorada por mosaicos “zellij”, além de portas de metal trabalhadas por artesãos judeus.

Palácio Dar Ek-Makhzen, em Fès, no Marrocos

3. Túmulos Merenid: A Super Vista da Medina de Fès

Partimos para uma breve visita aos Túmulos Merenid, onde pudemos nos deliciar com uma vista panorâmica do que nos aguardava em algumas horas, a Medina Antiga de Fès.

Vista panorâmica de Fès el Bali no Marrocos

4. Cooperativa de Cerâmica Fès Blue

Nossa última parada antes de entrar na medina foi muito interessante: Conhecemos uma cooperativa que produz uma das cerâmicas mais famosas do mundo, chamada de Fès Blue. O lugar é incrível, fiquei impressionada com a habilidade dos artistas que trabalhavam/estudavam ali.

Artesãos, Fès, Marrocos

O processo é todo manual, e eles ainda utilizam fornos de barro como antigamente.

forno para cerâmica, Fès, Marrocos

Detalhe do forno de cerâmica, Fès, Marrocos

Utilizando como ‘combustível’ caroços de azeitona processados.

Caroços de azeitona para forno de cerâmica.

Os desenhos são feitos à mão, sem guia, totalmente dependente da criatividade e habilidade dos artesãos locais.

Artesão em Fès, no Marrocos

Detalhe Artesão em Fès, no Marrocos

Os incríveis mosaicos são feitos com azulejos cortados à mão, impressionante!

Mosaicos em Fès, no Marrocos

Mosaicos em Fès, no Marrocos

Depois eles são montados pedacinho por pedacinho, invertidos!

Mosaicos em Fès, no Marrocos

E colocados pra secar.

Mosaicos em Fès, no Marrocos

Como todo passeio guiado que se preze, no ocidente, oriente, e até em Marte, acho, a última parada é sempre na lojinha. E que lojinha, viu?!

Cerâmica, Fès, Marrocos

5. A Medina de Fès

Espalhada por uma área de 350 hectares, com 170 mil habitantes, 25 mil casas, 250 mesquitas e milhares de estabelecimentos comerciais, distribuídos em 10 mil vielas apertadas, que ainda preservam suas características adquiridas há mais de mil anos. É considerada patrimônio mundial da UNESCO desde 1980.

Foi lá que aprendemos que Fès não é uma, mas três. Construídas em diferentes momentos da história: Fes el Bali, Fes Jdid e Nouvelle Ville. Nela, ou nelas, é possível se encontrar coisas todo tipo de coisa.

Especiarias na medina de Fès no Marrocos

Couro na medina de Fès no Marrocos

Flores secas na medina de Fès no Marrocos

Dá pra visitar a medina de Fès [email protected]?

Se você tiver tempo e for muito bom de direção, sim! Para ajudar os visitantes, existem placas com sinais em forma de estrela por toda a medina, indicando pela cor, rotas representadas em diversos mapas espalhados pelas ruas.

Entrada da medina de Fès, no Marrocos

Cotidiano na medina de Fès, no Marrocos

Outra coisa: Esqueça seu GPS em casa. Ele não serve pra nada ali.

Viajar no tempo…

Andar dentro dos muros da medina antiga é quase uma experiência de viagem no tempo. São contrastes incríveis e fascinantes. É impossível não se imaginar em uma época em que os comerciantes do Oriente Médio viajavam negociando com os nômades do Saara e berberes das montanhas. Arrepiante!

rua, Medina, Fès, Marrocos

Medina, Fès, Marrocos

Confesso que sem o Said, estaríamos perdidos, e mesmo com toda a chatice de parar em loja de tapete, loja de bordado, loja de perfumes, loja disso, loja daquilo, ele foi de grande ajuda.

Medina, Fès, Marrocos

Medina, Fès, Marrocos

Said nos levou até os pontos turísticos mais famosos: A Mesquita Kairouyiene, a universidade mais antiga do mundo, Al-Kairawiin, fundada em 859 d.C., e o Mausoléu de Moulay Idriss. Confesso que estava mais interessada nas cenas incríveis que aconteciam ao meu redor na medina!!!

6. Os Curtumes da Medina

Mas sem dúvida, o lugar mais legal que visitamos na medina foi o curtume, onde pudemos observar as etapas do processamento do couro.

Os turistas podem observar o processo do alto de um dos balcões das lojas que ficam ao redor do curtume.

Curtume em Fès, no Marrocos

Antes de ir li muitos relatos sobre o cheiro insuportável dos tanques, mas não achei nada de outro mundo. Com certeza durante o verão, o cheiro deve piorar. Mito Derrubado!

Aliás, derrubamos muitos mitos sobre o Marrocos durante essa viagem: Não sofremos qualquer tipo de assédio por ser mulher, muito pelo contrário, achamos todos os marroquinos super simpáticos e dispostos a ajudar…

E não! Você não precisa usar o lenço na cabeça. Aliás, pra fazer tipo, pode!

Curtume em Fès, no Marrocos

A Experiência de entrar dentro de um curtume em Fès

Como eu não uso câmera ultrazoom há muitos anos, não fiquei satisfeita com a vista panorâmica, e perguntei ao Said se eu poderia entrar no curtume, e prá minha surpresa, ele disse sim!

Entrada do curtume, em Fès, Marrocos

Entrei sozinha, e fui guiada por um dos trabalhadores locais, que fez questão de me ajudar a andar pelos tanques, e foi muito muito respeitoso. Essa experiência marcou toda a minha viagem, e valeu a visita à Fès.

Curtume em Fès, no Marrocos

dentro do curtume em Fès, no Marrocos

Terminamos o dia super cansados, mas felizes em poder tomar vinho e cerveja do Marrocos, outra vantagem de se hospedar em hotel gringo!

A Viagem Continua!

No dia seguinte partimos em direção a uma experiência inesquecível: Passar uma noite no deserto do Saara, atravessando o Médio Atlas, uma das etapas mais emocionantes da viagem!

Continue lendo sobre a viagem: De Carro Pelo Marrocos: De Fès a Merzouga, no Saara

Leia Mais Sobre a Viagem de Carro pelo Marrocos:

Gostou das dicas?!

Usando nossos links pra reservar seu hotel, comprar seguro viagem e alugar um carro você economiza tempo, dinheiro e ajuda o Tô Pensando em Viajar e se manter sem pagar nada mais por isso!


Salve esse artigo no Pinterest e aproveite todas as nossas dicas por lá!

O blog Tô pensando em Viajar segue até a cidade imperial de Fès, no Marrocos. Passeie conosco pelos labirintos de uma das medinas mais famosas do mundo...


Você pode seguir o TÔ PENSANDO EM VIAJAR nas redes sociais

FACEBOOK, INSTAGRAM, e TWITTER


Salvar

Compartilhar
Alessandra Fratus
Viajante, fotógrafa, e bióloga. Largou tudo e ganhou tudo ao mudar de rumo em 2012 depois de defender um doutorado em biologia molecular na USP. Desde então vive, viaja e trabalha com foto e vídeo, sua verdadeira vocação. Ama viajar fora do esquema turistão e gosta mesmo é de paisagem humana!

12 COMENTÁRIOS

  1. Olá Alessandra. Seu roteiro está sendo minha referência para a viagem de carro em dezembro deste ano.
    Você tem o contato do SAID, seu guia? Ele fala português ou espanhol?
    Mais uma vez obrigado, Rodrigo.

    • Oi Rodrigo, tudo bem?! Obrigada pela visita. O Said fala inglês, mas infelizmente não consigo encontrar o número dele. :(! Quem me passou o contato dele foi o pessoal do Ibis.

  2. Superb work. It is exciting to see Morocco in color. My faethr lived in and photographed Morocco 1953-1954 in black and white. He and my mother had a great time. They were given the royal treatment as we had just liberated Morocco from the Nazis during World War II. The people, the country and the architecture were incredible to experience and record back then. It is great to see that there is so much beauty still there and that someone like yourself with such a good eye can obtain images that do justice to such an interesting culture.

  3. Oi Alessandra, adorei seu blog e fotos!
    Estou indo ao Marrocos e gostaria de saber o nome/onde fica essa cooperativa de cerâmica (não consegui achar referências dela).
    Muito obrigada e parabéns.

  4. perfeito Alessandra
    voltei ao Marrocos, viagem maravilhosa, cultura incrível….lindas as fotos e a descrição de Fez e sua história….voltei no tempo..parabéns

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário!
Digite seu nome